nome blog

Blog Café Fácil - O melhor conteúdo sobre Soluções em Café
25 maio

Muito além do pretinho básico

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Mariano Martins trocou a carreira no mercado financeiro pela produção de cafés especiais

Júnior Milério | Sou Agro

Era uma vez um tataravô. No Rio de Janeiro, ele fez um empréstimo para comprar sua primeira fazenda a fim de começar a plantar café em terras fluminenses. Era 1823. Depois de quase 200 anos e algumas gerações, a tradição da família Martins continua, mas agora em São Manuel, interior de São Paulo.

E quando o pai de Mariano Martins estava prestes a se aposentar, ele, o filho, decidiu trocar a carreira no mercado financeiro pela agricultura. Ele não hesitou e afirma convicto, “o café é apaixonante!”.

Divulgação

Divulgação

Mariano Martins, herdeiro que modernizou a gestão da Fazenda Santa Margarida

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), pelo menos 82 litros de café foram bebidos por cada brasileiro, em 2011. O maior consumo per capita do mundo. Isso, também é resultado de muito empenho por parte dos cafeicultores, que pesquisam, inovam e oferecem novas formas de apreciar o pretinho básico da culinária.

Martins revela que, da sua produção, 30% dos grãos já fazem parte do padrão especial, o que possibilita novas experiências para o paladar do consumidor. Além desse percentual, 40% estão dentro do padrão commodities e o restante faz parte da chamada “qualidade tradicional”, para o mercado interno, o consumo comum, aquele do dia a dia.

Basicamente, commodities são produtos universais com preços referenciados em bolsas de valores. O grão de café está nessa categoria, “mas as inovações em sabores, aromas e doçura colocam o produto além desse patamar”, esclarece Martins, herdeiro de 30 anos e que está há cinco na administração da Fazenda Santa Margarida.

Uma fazenda é uma empresa
A diferença entre gerações não se reduz apenas à idade. A fazenda como empresa foi a visão de Martins, administrador formado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). “Controle gerencial, processos, estrutura e acompanhamentos não faziam parte da administração. E isso resultava em altos custos, uma escala de produção pequena, e até uma situação financeira desconfortável”, diz o cafeicultor que decidiu assumir a fazenda familiar com o objetivo inicial de reduzir custos.

Ele definiu três pilares para a nova fase da Fazenda Santa Margarida. Primeiro foi ter total domínio de tudo que é produzido. E esta foi a principal dificuldade, entender o negócio da família. “Primeiro contratei a consultoria de um agrônomo. Mas eu não podia ficar à mercê do que era dito apenas por ser dito, eu precisava entender os por quês”, diz Martins.

Para conhecer mais sobre o café, primeiro foi preciso bastante estudo. E apenas no primeiro ano, ele chegou a ler mais de mil páginas sobre cafeicultura, incluindo assuntos como pragas, sementes, entre outros. Desta forma, Martins acredita que estava devidamente capacitado para tomar as decisões necessárias.

“Atualmente temos procedimentos que são adotados apenas depois de submetidos a análises críticas, testados, para só depois serem aderidos.” E com isso, a produtividade média aumentou em 80% enquanto o custo total por saca de café caiu 15%, assegura o cafeicultor.

O segundo ponto foi o acompanhamento da gestão. “Controle!”, destaca Martins. Antes havia procedimentos que não eram garantidos, não havia números que avaliassem os produtos e os custos. “Implantei um sistema para avaliar custos, ambiente climático, entre outros aspectos”, explica o jovem. E isso permitiu tomadas de decisões mais apropriadas, como, por exemplo, o melhor momento para renovar uma lavoura, quando pulverizar.

“Isso é a base de todo nosso trabalho agrícola. Inclusive para garantir a qualidade”, afirma. Por meio de indicadores, na Fazenda Santa Margarida hoje é possível ter total controle do que acontece na produção. “O fazendeiro não pode se focar apenas na micro gestão, isso é anacrônico. Para crescer é preciso ter controle de processos e custos”, acredita ele.

Uma conquista elogiada pelo pai
O terceiro critério adotado por Martins, diz respeito à comercialização. Checar a qualidade do café produzido, peculiaridade que confere diferença de preço no mercado, também foi meta para o iniciante na cafeicultura. “Eu sabia que eram pagos valores altos por cafés fantásticos. Mas eu não sabia se o meu café era fantástico”, lembra Martins.

E para entender, ele fez cursos de prova, torrefação e entendeu que antes, os grãos não eram separados adequadamente. “Até 90% do café ficava entre apenas dois padrões”. Enquanto hoje, a empresa já faz parte da Associação Brasileira de Cafés Especiais, um orgulho para o pai, e “isso foi excepcional pra mim”, confessa Martins.

Imagem moderna para um café tradicional
Martins Café foi o nome escolhido para a nova cara dada ao produto inovado pelo Martins cafeicultor. A imagem tradicional do café na fazenda não impediu que novos produtos, com ar jovial e em embalagens descontraídas, fossem incluídos no catálogo e se espalhassem pelo Brasil.

Divulgação

Divulgação

Martins Café, grãos especiais em embalagens descontraídas e joviais

Em pouco mais de três meses no mercado, eles já estão em pelo menos 20 estabelecimentos, em cidades como São Paulo, Brasília, Londrina e outras três no Rio Grande do Sul. “Temos tradição, mas não precisamos ser sisudos, sem graça. Não temos que fazer as coisas como 100 anos atrás”, decreta ele.

O produto disponível hoje em cinco variedades já estava em desenvolvimento há três anos. O paladar do brasileiro tem suas peculiaridades, “e buscamos adequar o produto ao consumidor. Estamos começando a aprender a degustar cafés especiais”, diz Martins. E quanto mais se conhece o café, mais apaixonante é.

“Gosto muito de fazer testes, sou um tipo de professor Pardal”, brinca Martins, que diz passar metade do tempo na fazenda e a outra parte na capital paulista. Filho único e responsável pela continuidade da tradição do café na família, ele conclui dizendo que a complexidade no cultivo de café é o que mais o atrai. “Durante os próximos 30 anos pelo menos, não vou me cansar. Tenho muita coisa para conhecer e descobrir, e isso é desafiador.”

24 maio

Especial Dia do Café: famosos que amam a bebida

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Por Isabella | Tipo assim

Hoje é comemorado o Dia do Café! Para se manter acordado, ter energia, se esquentar ou apenas para não perder o costume de tomar aquele cafezinho depois do almoço, a bebida é a segunda mais consumida pelos brasileiros, segundo pesquisa do TNS InterScience, perdendo apenas para a água.

Entre os artistas, a bebida, na versão quente ou gelada, também é muito popular. Veja quais famosos já declararam ser apaixonados por café:

– Amanda Seyfried
A loirinha é sempre vista circulando por aí com um copão de café na mão. É o único jeito para aguentar a rotina corrida de atriz!

– Miley Cyrus
A cantora adora sair para tomar um café. Seu preferido é o Mocha, que tem chocolate, café expresso, leite e chantilly no preparo.

– Nick Jonas
No dia 18 de março, Nick atendeu alguns fãs na porta do Al Hirschfeld Theater, em Nova York. Uma menina estava tão nervosa que acabou se atrapalhando e prendendo a alça da máquina fotográfica no copo de café do cantor. A bebida foi todinha para o chão! O caçula dos Jonas Brothers, porém, levou na esportiva e ficou tentando acalmar a garota.

– Vanessa Hudgens
No filme "A Fera", a personagem de Vanessa ama/é viciada na bebida. Na vida real, não é muito diferente! Hudgens vira e mexe é clicada com um copinho aqui, outro copão ali…

– Ashley Tisdale
A atriz é fã de carteirinha do "Coffee Bean & Tea Leaf", em Toluka Lake. Ela é viciada nos modelos Ice blended, que são gelados. Ashley não vive sem café e até já declarou seu vício pelo Twitter.

– Taylor Swift e Jake Gyllenhaal
Em 2010, quando Taylor e Jake eram namorados, o casal fez juntinho um "coffee tour" pelos Estados Unidos. Eles tomaram café no Brooklyn, em Nashville e em outros lugares espalhados pelo país. Isso que é gostar da bebida!

Tipo assim? Com açúcar ou adoçante?

Fonte: Blog do Yahoo

24 maio

Tenham todos um excelente Dia do Café!

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

 

 

Brasil tem Dia Nacional do Café: 24 de maio

24/05 

Os brasileiros são tão apaixonados por café que esta bebida tem, desde 2005, uma data especial para ser comemorada: 24 de Maio, o Dia Nacional do Café, estabelecida pela Associação Brasileira das Indústrias de Café – ABIC. A data simboliza o início da colheita em grande parte das regiões cafeeiras e é celebrada por toda a cadeia produtiva e pela pesquisa. Para saber de resultados da área de pesquisa, leia matéria sobre as tecnologias da Embrapa Café e do Consórcio Pesquisa Café, cujo programa de pesquisa é coordenado pela Embrapa Café. As pesquisas do Consórcio Pesquisa Café contam com o apoio e o financiamento do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira – Funcafé, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa. Nesta data comemorativa, vamos lembrar algumas curiosidades sobre o café.

Maior produtor e exportador de café do mundo, o Brasil é também o segundo maior mercado consumidor, só superado pelos Estados Unidos. Dados da Organização Internacional do Café (OIC), mostram que na safra de 2011 o Brasil respondeu por 32% das exportações de café em grão no mundo. No mesmo ano, o consumo per capita foi o maior já registrado no Brasil: 4,88 kg de café torrado, quase 82 litros para cada brasileiro. No mundo, é também a segunda bebida mais consumida, perdendo somente para a água. Além do tradicional café coado ou filtrado, há também o pingado, cortado, latte, espresso ou cappuccino, além das combinações geladas da bebida. As variações em aroma, sabor e qualidade fez com que o café brasileiro conquistasse cada vez mais consumidores.

Hoje o café é considerado benéfico à saúde. Segundo informações divulgadas no site da Abic, estudos mostram que o café pode atuar na prevenção do câncer de cólon e reto, doença de Parkinson e de Alzheimer, apatia e depressão, obesidade infantil, diabetes tipo II, cálculos biliares e câncer de fígado. Também aumenta o estado de vigília do cérebro, diminui a sonolência e funciona como um antioxidante natural. O café ajuda, ainda, a inibir a predisposição ao alcoolismo e contribui para o emagrecimento, uma vez que a ação estimulante da cafeína aumenta o consumo de energia e, consequentemente, o gasto calórico.

Uma das mais recentes pesquisas diz que o consumo de três xícaras de cafés, normal ou descafeinado, por dia reduz em 10% o risco de adultos entre os 50 e os 71 anos de idade adquirirem doenças cardio-vasculares e respiratórias, de AVC, de ferimentos, de diabetes ou de infecções. Os resultados foram publicados na revista médica New England Journal of Medicine nem 17 de maio.

Confira aqui.
O hábito nacional de internacional de tomar café está cada vez mais ligado a momentos especiais, de encontro de pessoas, de prazer e troca de ideias. Nada melhor do que comemorar a data com amigos e familiares, seja em casa, no trabalho ou em uma cafeteria. Então aproveite o Dia Nacional do Café para fazer um bom café em casa. A barista Sulayne Shiratori dá algumas dicas: “Para coar, derrame um fio de água sobre o pó de modo a manter um nível constante. Não é bom encher o coador até a boca, muito menos ficar mexendo o pó umedecido com uma colher. Importante que aqueça a garrafa térmica com água quente antes de passar o café e fazer o mesmo com as xícaras ao servir. Açúcar ou adoçante ficam a gosto. Depois de servido, o café mantém sua complexidade por até 5 minutos. Na garrafa térmica, o café fica gostoso por até 30 minutos. E esquentar café jamais”, explica.

Tenham todos um excelente Dia do Café!

23 maio

24 de maio é o Dia Nacional do Café, comemore essa data!

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Seja em casa ou em uma cafeteria, pela manhã, em uma reunião de negócios ou durante um encontro entre amigos, o bom e velho café combina com qualquer ambiente, companhia ou ocasião.

Os brasileiros são tão apaixonados por café que esta bebida tem, desde 2005, uma data exclusiva para ser comemorada: 24 de Maio, o Dia Nacional do Café. Incorporada ao Calendário Brasileiro de Eventos por sugestão da ABIC – Associação Brasileira da Indústria de Café, a data simboliza o início da colheita em grande parte das regiões cafeeiras e é celebrada por produtores, cooperativas, exportadores, cafeterias e pelas indústrias que, em parceria com o varejo, promovem ações locais com lançamentos de novos produtos e realização de degustações nos pontos de venda.

Maior produtor e exportador de café do mundo, o Brasil é também o segundo maior mercado consumidor, só superado pelos Estados Unidos. Em 2011, o consumo per capita foi o maior já registrado no Brasil: 4,88 kg de café torrado, quase 82 litros para cada brasileiro! Esse consumo superou o recorde de 1965, que foi de 4,72 kg/hab./ano. Comparativamente, o consumo per capita brasileiro é também maior que o da Itália, da França e dos Estados Unidos. Os campeões, entretanto, ainda são os países nórdicos – Finlândia, Noruega e Dinamarca – com um volume próximo dos 13 kg por habitante/ano.
Em 2011, conforme levantamento feito pela ABIC, o consumo interno foi de 19,72 milhões de sacas, um acréscimo de 3,11% em relação ao período anterior, que havia sido de 19,13 milhões de sacas. Para 2012, a ABIC projeta um crescimento de 3,5% em volume, o que elevaria o consumo para 20,41 milhões de sacas, bem próximo ao dos Estados Unidos, que gira em torno de 21 milhões a 23 milhões de sacas por ano. 
Pureza e Qualidade
Para comemorar o Dia Nacional do Café deste ano, a ABIC escolheu como tema o Selo de Pureza, certificação pioneira na área de alimentos e bebidas. Lançado há 23 anos, o programa monitora as marcas no mercado, por meio de coletas e análises laboratoriais, assegurando aos consumidores aquelas que efetivamente são puras, item básico para um café de qualidade. 
“Onde tem café puro, tem este Selo”, diz o mote criado pela entidade com o objetivo de, juntamente com os seus associados, difundir a importância da pureza da bebida e, consequentemente, a exigência do Selo de Pureza ABIC entre os consumidores. “Desde 2005, a ABIC, contando com as ações locais das empresas associadas, transformaram o Dia Nacional do Café em uma grande comemoração. É a oportunidade de o mundo cafeeiro retribuir com uma homenagem especial essa fonte inesgotável de prazer, aroma e sabor”, diz Manoel Assis, diretor de Marketing e Comunicação.
O crescimento contínuo e consistente do mercado interno brasileiro, a taxas superiores às dos demais mercados (que crescem em torno de 1,5% a 2% ao ano), deve-se, de acordo com a ABIC, ao fato de o café ter deixado de ser um simples hábito e se transformado em fonte de energia e prazer na vida agitada do dia a dia das pessoas. Isso é resultado da melhor qualidade dos grãos hoje à disposição dos consumidores. A ABIC prevê que esse segmento de consumo de cafés finos, gourmet, continuará crescendo em torno de 15% ao ano nos próximos cinco anos.
As inúmeras cafeterias espalhadas pela grande maioria das cidades, também são responsáveis por esse crescimento do mercado, já que elas, com os seus baristas, atuam como difusores de conhecimento sobre a cultura do café, as características de cada uma das regiões produtoras e na promoção de novas formas de preparo que, ao lado do café coado ou filtrado, também vêm conquistando os consumidores, como o ‘espresso’, o preparado na prensa francesa e em receitas como cappuccinos e em combinações quentes ou geladas.
Por que o café faz bem?
O café não é remédio, mas a comunidade médico-científica já considera a planta como funcional (previne doenças mantendo a saúde) ou mesmo nutracêutica (nu-tricional e farmacêutico). Isso por que o café não possui apenas cafeína, mas tam-bém potássio, zinco, ferro, magnésio e diversos outros minerais. O grão do café também possui aminoácidos, proteínas, lipídeos, além de açúcares e polissacarí-deos. Mas, o principal segredo: possui uma enorme quantidade de polifenóis antio-xidantes, chamados ácidos clorogênicos.
Durante o processo de torra do café, esses ácidos clorogênicos formam novos com-postos bioativos: os quinídeos. É nessa etapa também que as proteínas, aminoáci-dos, lipídeos e açúcares formam os quase mil compostos voláteis responsáveis pelo aroma característico do café. É toda essa composição que faz do café uma bebida natural e saudável. 
Os benefícios à saúde
Café e Esporte – O café é a bebida mais saudável para atletas. Isso porque quem consome café regularmente pode ter um aumento dos níveis de endorfina no cére-bro. Isto faz que os atletas não se cansem facilmente e sigam adiante até atingir além do ponto máximo de cansaço físico com a força mental. Atletas que conso-mem diariamente café produzem mais endorfinas e encefalinas e podem ter sua performance aumentada de forma significativa.
Diabetes Tipo II – Estudos modernos mostram que o consumo regular de café pode proteger contra o surgimento do diabetes do adulto (tipo II). Pesquisas recentes sugerem que isso ocorre não devido à cafeína, mas aos ácidos clorogênicos, seus metabólitos ou aos minerais como o magnésio.
Café e Alcoolismo – Durante o processo de torra adequado, o café forma produtos que ajudam a inibir o desejo de consumir álcool e outras drogas. O controle do al-coolismo, por exemplo, é feito com medicamentos com propriedades antagonistas opióides, como o naltroxone e o nalmefene. E o café possui potentes antagonistas opióides, os quinídeos formados na torra do café a partir dos ácidos clorogênicos.
Café e Obesidade – O café é uma bebida que não tem calorias, desde que consumi-do sem açúcar, é claro. Consumindo dessa forma, o café é considerado uma bebida naturalmente dietética. E, para inibir a obesidade infantil, o café com leite está sen-do considerada a bebida mais adequada para crianças e adolescentes. Alem de não engordar, o café com leite é mais nutritivo e saudável que qualquer outra bebida artificial existente. 
Café e Jovens – O café pode ajudar também crianças e adolescentes em idade esco-lar. O consumo moderado e diário de café, ao estimular o sistema de vigília, atenção e concentração, pode ajudar no aprendizado escolar. Para isso, basta incluir o café no desjejum – com ou sem leite –, na merenda escolar e também no lanche da tar-de. O consumo diário e moderado de café, portanto, torna o cérebro mais atento, estimula a memória, atenção e concentração, melhorando a atividade intelectual.
Café e Prazer – Tomar café é um hábito prazeroso, social, que agrega as pessoas, aquece e dá energia. O olfato ou cheiro é algo fundamental na vida humana e o café possui mais substâncias voláteis que o vinho, perfumes ou flores, o que explica o prazer de seu aroma e sabor. Mas o segredo para aproveitar tudo de bom do café é não exagerar. Tudo em excesso faz mal. Além disso, café é uma bebida diurna, que ajuda nas atividades do dia de trabalho, mas seu consumo deve ser reduzido no período da noite, para não afastar o sono – outra importante fonte de saúde e qua-lidade de vida.
Drinques para comemorar o Dia Nacional do Café
A barista Cleia Junqueira, instrutora do CPC – Centro de Preparação do Café, que pertence ao Sindicafé – São Paulo e conta com o apoio da ABIC, sugere duas receitas ideais para comemorar o Dia Nacional do Café, em 24 de Maio: o ‘Brasileirinho’, que combina café, leite condensado e cachaça de café, e o “Café Licoroso”, feito com café, licor de café e chantilly.

As receitas e formas de preparo são bem simples. Mas Cleia chama a atenção para a apresentação do drinque: servir em copo de vidro, com pires e colher!

BRASILEIRINHO

Ingredientes: 60 ml de café; 20 ml leite condensado e 1 dose de cachaça de café

Preparo: Colocar o leite condensado em banho-maria, até que fique morno.
Colocar 20 ml de leite condensado no copo previamente escaldado – reserve.
Separe uma dose de cachaça de café, e flambe. Despeje a cachaça flambada sobre o leite condensado e em seguida coloque o café.

Sirva em seguida. O ideal é mexer aos poucos com uma colher enquanto se bebe.

CAFÉ LICOROSO

Ingredientes: 60 ml de café; 1 dose de licor de café e 60 ml de café

Preparo: No copo previamente escaldado, colocar uma dose de licor de café, e o café em seguida. Cobrir com uma camada de chantilly. Decore com café em grãos ou em pó. Sirva em seguida.

O ideal é mexer aos poucos enquanto se bebe.

Bebida morna.

23 maio

Melitta celebra o Dia Nacional do Café com uma deliciosa receita

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

24 de maio comemora-se o Dia Nacional do Café

Para comemorar essa data, a Melitta selecionou uma dica super especial para saborear o café, bebida que já faz parte do cotidiano dos brasileiros, de uma forma bastante glamourosa.

Conheça a prática receita de “Café com frutas vermelhas” e se delicie nesta data com o sabor do café entre as pessoas que você mais gosta.

 

Confira o passo a passo destas sugestões:

 

 

 

Café com frutas vermelhas

 

INGREDIENTES

  • 400 ml de café coado melitta
  • 1 caixinha de creme de leite (200 g)
  • ½ xícara (chá) de leite condensado (150g)
  • 6 colheres (sopa) de cobertura de chocolate (90 g)
  • 2 xícaras (chá) de frutas vermelhas (280g)
  • espuma de leite fervente e canela em pó

MODO DE PREPARO

  • Misture em uma panela o café coado Melitta com o creme de leite, o leite condensado e a cobertura de chocolate. Leve ao fogo até ferver. Disponha as frutas vermelhas em taças e despeje a bebida quente. Cubra com a espuma de leite fervente e polvilhe a canela em pó. Sirva com biscoitos de chocolate.
  • Rendimento: 4 porções

 

23 maio

Museu do Café celebra Dia Nacional do Café com degustação gratuita

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Visitante poderá degustar bebidas preparadas com diferentes grãos harmonizadas com bolo de fubá

Desde 2005, o dia 24 de maio passou a ser lembrado como o Dia Nacional do Café. É nesta data que industriais, produtores, exportadores, cooperativas, cafeterias e apaixonados por café homenageiam a segunda bebida mais consumida no mundo. No Museu do Café, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, o dia será comemorado lembrando o cafezinho típico da fazenda. Entre 12h e 14h, os visitantes serão recebidos com harmonização gratuita e irresistível de café com bolo de fubá.

Os baristas da Cafeteria do Museu, vestidos com trajes típicos da fazenda, oferecerão aos visitantes as bebidas produzidas com os grãos Sul de Minas, Chapadão do Ferro, e Cerrado de Minas. O objetivo é apresentar ao público as diferenças de sabor e aroma resultantes das características específicas de cada café. O Sul de Minas, por exemplo, gera um café fresco, cítrico e leve, conhecido como um café frutado. Já o Chapadão do Ferro resulta em uma bebida intensa, encorpada, rica em aroma e sabor. Por sua vez, o Cerrado de Minas é um café com características equilibradas, como a mistura harmoniosa entre doçura e acidez.

Além de saborear e aprender sobre as particularidades dos grãos produzidos no Brasil, quem for ao Museu do Café ainda poderá conhecer um pouco mais sobre a história do produto e sua influência no desenvolvimento político, econômico e social do país. Essa estreita relação está registrada na exposição de longa duração “A trajetória do café no Brasil”. Dividida em três módulos – O café e o trabalho, Café e novas rotas e Santos e o porto – a mostra permite ao visitante uma verdadeira viagem no tempo. O passeio pela história começa com a chegada das primeiras mudas da planta ao país, passa pela profissionalização das plantações e da mão de obra, a chegada dos imigrantes japoneses e europeus para o trabalho nas lavouras e ajuda a contextualizar, por meio de painéis e maquetes, a riqueza e o progresso impulsionados pelo café, como a expansão da malha ferroviária no Estado de São Paulo e o desenvolvimento do porto de Santos, por exemplo. O ingresso para o espaço expositivo custa R$ 5.

O Museu do Café fica à rua XV de Novembro, 95, no Centro Histórico de Santos. Seu horário de funcionamento é de terça a sábado das 9h às 17h, e aos domingos entre 10h e 17h. Os ingressos para visitação custam R$ 5, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. Já a Cafeteria do Museu funciona de segunda a sábado das 8h às 18h, e aos domingos entre 10h e 18h. Outras informações estão disponíveis no endereço www.museudocafe.org.br.

Serviço:

Dia Nacional do Café
Degustação de cafés com bolo de fubá
Data: 24 de maio (quinta-feira)
Horário: 12h às 14h
Local: Espaço Cafeteria do Museu
Preço: Grátis

Buy Philips sonicare toothbrush heads click: philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush  | sonicare toothbrush heads  | best electric toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | kids toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | replacement toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | Quality sonicare toothbrush heads for sale. |
IT Zertifizierung click: Cisco 700-101 Antwort  | IBM c2010-657 Zertifizierungsprfung  | Oracle 1Z1-117 Antwort  | Oracle 1Z1-511 Prfung  | Cisco 200-125 Zertifizierung  | Cisco 350-080 Zertifizierung  | Cisco 300-135 Zertifizierungsprfung  | Microsoft 070-121 Prfung Frage  | 642-874 Zertifizierung  | 070-346 fragen  | 200-125 fragen  | Oracle 1Z0-144 Zertifizierung  | http://www.exam-qa.de/  | Cisco 300-135 Prfung  | Oracle 1Z0-147 Prfung Antwort  | 642-871 Frage und Antwort  | Microsoft 70-412 Zertifizierungsprfung  | Microsoft 70-315 Prfung Fragen  | Cisco 640-911 Zertifizierung  | IBM 000-106 Frage  | Microsoft 070-121 Prfung  | Microsoft 70-413 Prfung  | Microsoft 70-270 Fragen  | 300-101 Frage und Antwort  | Prfung 200-310  | Prfung 400-101  | 1Y0-201 Zertifizierungsfragen  | Prfung 210-060  | 1V0-601 Zertifizierungsfragen  | Prfung Cisco 640-916  | Prfung 200-105  | Prfung CISSP  | Microsoft 70-515 Prfung dumps  | Cisco 700-501 Zertifizierungsprfung  | Prfung 200-105  | Prfung 300-101  | Prfung 2V0-621D  | Prfung 300-135  | Prfung 300-115  | Prfung 400-051  | Prfung 210-065  | Prfung 100-105  | Prfung 300-320  | Prfung 210-260  | Prfung 300-115  | 210-065 Prfung  | 810-403 fragen  | 101-400 Zertifizierung  | 070-270 Zertifizierung  | Zertifizierung 600-455  | 640-916 Zertifizierung  | Zertifizierung cog-615  | 3101 fragen  | Microsoft 70-411 Zertifizierung  | Cisco 350-030 Zertifizierung  | Cisco 350-030 Zertifizierung  | IBM c2010-652 Frage und Antwort  | 350-020 fragen  | 100-105 fragen  | Microsoft 74-679 Zertifizierung  | OG0-093 Zertifizierung  | 300-075 fragen  | 000-102 fragen  | 000-605 fragen  | 200-125 Zertifizierung  | 640-822 fragen  | 640-460 Zertifizierung  | Cisco 200-125 Frage  | Microsoft 70-178 Zertifizierung  | IT Exam Frage und Antwort.