nome blog

Blog Café Fácil - O melhor conteúdo sobre Soluções em Café
28 jun

O aroma do café verde e pimentões

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

O aroma do café verde e pimentões

É isso mesmo – estes contendo nitrogênio pirazinas   ou especificamente 3-isobutil-2-methoxypyrazine –  estão presentes em uma vasta gama de produtos alimentares, incluindo o café verde e pimentão. Em geral pirazinas podem apresentar uma variedade de personagens aromáticas que variam de terra, batata para tapear. 

Mas, dependendo da molécula exacta dentro desta família, as pirazinas podem também exibem notas de noz / torrado, que desempenham um papel importante para a qualidade do café torrado. 

Então, da próxima vez que o seu colocando um café exótico -. Pensar "pimentão", e você pode muito bem encontrá-lo Quer deixar um comentário, sinta-se livre para fazê-lo abaixo, por favor.

Fonte: O aroma do café verde e Bell Peppers – coffeechemistry.com

27 jun

Qual é a diferença entre cafés comuns e cafés especiais?

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Cafés especiais

Qual é a diferença entre cafés comuns e cafés especiais?

Do ponto de vista sensorial, cafés especiais são aqueles com atributos de sabor e aroma excepcionais, também conhecidos como cafés gourmet. São cafés que produzem bebidas muito aromáticas, sem amargor e que não dão azia! Representam cerca de 5 a 10% dos cafés produzidos no mundo.

A seguir uma tabela síntese com as principais diferenças entre os cafés especiais e os tradicionais.

Tipos de grãos

Selective harvest handsNo mercado de café tradicional, tudo é simplesmente café e assim o brasileiro se acostumou a pensar. Mas no mundo do café especial, o café na verdade são cafés! Há diferenças decorrentes da genética, do tipo de solo, da altitude, da região de origem, dos métodos de colheita e secagem, entre outros, que irão criar um amplo leque de sabores e aromas possíveis.

Primeiro é preciso entender que café é uma fruta, e assim como outras frutas, tem várias variedades, que claro, se refletem no sabor final. Todo mundo sabe que banana prata e maçã tem sabores distintos, ou que a uva roxa é bem diferente da uva verde. Assim também é o café. A primeira diferença surge então da variedade da planta: os melhores cafés são da espécie Coffea Arabica e produzidos em grandes altitudes, então se um café é 100% arábica já é uma indicação de qualidade.

Coffee Cherry Catuai YellowTodos os cafés produzidos em Piatã e na Chapada Diamantina são da espécie arábica. Dentro dessa espécie, existem diversas variedades, que se adaptam diferentemente a cada região. As variedades mais cultivadas em Piatã são o Catuaí Vermelho, Catuaí Amarelo, Catucaí Amarelo, Acauã e Topázio, entre outros. Sim, a variedade pode produzir frutos vermelhos e frutos amarelos, cada um apresentando notas de sabor e aromas distintos.

Selective harvest stemA colheita

A segunda diferença surge na colheita. Como toda fruta, o café atinge seu melhor sabor quando está maduro. Frutos ainda imaturos ou passados produzem sabores desagradáveis na bebida. A colheita seletiva manual é o método mais trabalhoso e o mais utilizado em Piatã. Produz os cafés de mais alta qualidade, pois apenas os frutos maduros, conhecidos como cerejas pela sua cor vermelho rubi, são coletados pelas apanhadeiras.

Selective harvest harvesterCafés colhidos pelo método da derriça manual ou mecânica, em que todos os frutos do galho são arrancados de uma só vez, tendem a produzir lotes inferiores, pois uma grande quantidade de frutos verdes é colhida. Isso irá conferir um sabor adstringente na bebida, áspera na língua, como a sensação de comer banana verde, característica típica de cafés tradicionais.

Processo de secagem

A terceira diferença nos tipos de grãos surge pelo processo de secagem, se feito com a casca, descascado ou despolpado em terreiros de terra batida ou de cimento. Em todos eles, o mais importante para se obter alta qualidade é garantir a desidratação dos frutos sem fermentar. Caso o café fermente durante a secagem, irá apresentar um sabor de remédio na bebida, muito comum nos cafés de baixa qualidade.

Para uma secagem de qualidade um bom terreiro é necessário. Em Piatã, os melhores cafés são produzidos em terreiros de cimento impecavelmente limpos, sem rachaduras e com estufas que protegem os grãos da chuva e do sereno da noite. Mas existem ainda muitos produtores que secam o café em terreiros de terra, o que normalmente produz cafés fermentados, pois a terra é rica em micro-organismos que contaminam os frutos e iniciam o processo de decomposição dos mesmos.

Cafe not processedA secagem feita com a casca produz o chamado café natural, método mais utilizado no Brasil, pois não depende de maquinários. O processo dura entre 20 e 30 dias e é normalmente feito em terreiros de terra. Quando bem feita, a secagem com casca faz com que os açúcares da polpa da fruta migrem para o grão, conferindo doçura à bebida.

O café descascado, também conhecido como Cereja Descascado (CD), passa por uma máquina que separa os frutos maduros dos verdes e retira a casca do fruto, mas mantém a polpa, que fica aderida ao grão, indo assim para o terreiro. Sem a casca, a secagem é mais rápida, dura de 10 a 15 dias e é feita em terreiros de cimento, normalmente produzindo lotes de alta qualidade. O café CD apresenta características de doçura como um natural e de acidez e aroma como um despolpado.

O último método é o café despolpado, ou lavado, também conhecido em inglês como Fully Washed. Neste método, muito utilizado nos países da América Central, os frutos maduros descascados vão para um tanque com água onde são lavados ou ficam uma noite submersos, sendo assim retirada a sua polpa e seguindo para o terreiro. A secagem é rápida, em torno de 5 dias e as chances de fermentação são mínimas, produzindo lotes de alta qualidade. Esse tipo de café desenvolve um aroma muito marcante e acidez bastante pronunciada.

Fonte: Cafés especiais | Terroá Cafés Especiais

26 jun

Conheça as duas faces do café quando o assunto é saúde

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Conheça as duas faces do café quando o assunto é saúde

Bebida mais popular do mundo ao lado da cerveja, ele é estimulante, afasta a fadiga e ajuda a concentração. Mas também pode agravar dores de cabeça, insônia e problemas gástricos

Conheça as duas faces do café quando o assunto é saúde Divulgação/Divulgação

Foto: Divulgação / Divulgação

Lara Ely

lara.ely@zerohora.com.br

Alguns reservam um tempo especial para degustá-lo com exclusividade e apreciam seu sabor original, sem açúcar nem adoçante. Outros preferem misturá-lo ao leite, no clássico ritual matinal, acompanhado de torradas e de notícias fresquinhas. Há ainda os que não dispensam uma xícara digestiva depois de qualquer refeição e os que o usam como desculpa para se aproximar de alguém ou reunir amigos para uma conversa prazerosa.
Considerado por muitos um companheiro silencioso, que ajuda a despertar quando o sono bate e alivia o tédio na hora daquela reunião importante, o café tem dupla faceta quando o enfoque é saúde.
Apesar das diversas pesquisas revelarem os impactos negativos do seu consumo em excesso, a bebida tem uma aura soberana e se sobrepõe como paixão universal.
Gaúchos são os maiores
consumidores no país

A presença do café é solicitada nos mercados de todos os continentes. Ao lado da cerveja, é a bebida mais popular do mundo, consumida já há mais de 100 mil anos. Depois do petróleo, é o produto mais negociado no planeta, sendo que o Brasil é o maior produtor do mundo e o Rio Grande do Sul, o maior consumidor dentro do país.
Graças a fatores como maior poder aquisitivo e o clima frio, os gaúchos bebem nove quilos de café per capita por ano, enquantom, no país, o consumo chegou a 6,23kg por pessoa (de café verde, não torrado) em 2012, um recorde histórico. Bem menos do que os escandinavos, os campeões mundiais do consumo per capita, com 13kg.

Não é apenas o café que contém cafeína. Confira as quantidades contidas em alguns alimentos:


Contradições
Em muitas situações, a ciência apresenta conclusões contraditórias sobre a cafeína e seus efeitos maléficos. Embora alguns casos de câncer, doenças cardiovasculares e osteoporose precoce estejam associadas ao alto consumo de cafeína, não há suficiente comprovação científica, explica a médica gastroenterologista Themis Reverbel da Silveira.
O que se pode afirmar com maior precisão, segundo ela, é o mal que essa substância em excesso faz para quem tem problemas gástricos. Por isso, doses superiores a duas xícaras de café ou quatro de chá diárias são contraindicadas para quem tem queixas digestivas, explica Themis.
Estimulante e viciante
Pelo misto de adoração e dependência que causa, o café é frequentemente considerado uma droga. A comparação não é descabida. Afinal, muitos efeitos da cafeína sobre o organismo são parecidos aos provocados pelas anfetaminas, pela cocaína e pela heroína, só que mais leves.
— Embora apresente mecanismos semelhantes, os efeitos são bem diferentes e atenuados — explica a nutricionista Ana Paula Machado Lins.
Veja também
Café antes de exercício físico acelera queima de calorias
Um dos sintomas mais conhecidos da cafeína é a sua ação como estimulante do sistema nervoso central. Da corrente sanguínea, ela atinge o córtex cerebral e exerce seus efeitos suprimindo os neurotransmissores, explica a nutricionista.
O vício que costuma causar nos bebedores está relacionado ao aumento da concentração de dopamina no sangue (neurotransmissor relacionado ao prazer). Além do prazer, sensações como redução da fadiga, melhora na concentração e no desempenho das atividades motoras são comuns tanto no café quanto com em chás, chocolate, refrigentes de cola, guaraná em pó e energéticos, todos alimentos que também contêm cafeína.

Excesso pode causar insônia e irritação
Mas, assim como o ovo, o leite, o vinho e o chocolate, o café é uma das substâncias que figura entre o céu e o inferno dos alimentos. Ora está na lista dos mocinhos da saúde, ora na dos bandidos, porque, se consumido em excesso, pode causar efeitos danosos, como dor de cabeça, irritabilidade e insônia.
Estudiosos como a nutricionista Débora Vargas dizem que tomar cerca de 200mg por dia não causa efeitos adversos sobre os sistemas cardiovascular e reprodutivo nem aumenta o risco de câncer ou osteoporose. Mesmo assim, o café deve ser evitado por crianças, idosos e mulheres na fase pré-menstrual
— O excesso impede a fixação de cálcio, por isso, ele não é recomendado para crianças em fase de crescimento, nem para idosos, pelo risco de osteoporose — diz Débora.
Detalhe ZH
Há muito ouve-se falar que o melhor da produção cafeeira do Brasil vai para fora do país. Com o crescimento da economia brasileira, esse cenário mudou, e o mercado nacional tornou-se mais exigente.
De acordo com o cafeicultor Jarbas de Andrade, que vive e planta café na região de Alto Paranaíba, no Cerrado mineiro, a demanda interna está maior que a dos países desenvolvidos, o que tem feito os mercados segurarem parte da produção para consumo interno.

4,98kg de café torrado foi o consumo per capita em 2012 no Brasil
Foi
um recorde histórico: nunca se consumiu tanto o produto no país

Curiosidades pelo mundo
O café não é consumido da mesma forma em todos os países. Confira.

França

Muitas vezes, é tomado com chicória.


Áustria
P
ode-se beber o produto acompanhado de figos secos.

África e Oriente Médio
É comum acentuar o sabor do café com especiarias como canela, cardamomo, alho ou gengibre.

Bélgica
Costuma ser servido com um pequeno pedaço de chocolate, colocado no interior da xícara, que se derrete quando em contato com o café.

Itália
A preferência é pelo café expresso, servido em xícaras pequenas.

Grécia
É acompanhado por um copo de água gelada.

Cuba
É consumido forte e adoçado, e em um só gole.


Índia
No sul do país, é misturado com açúcar e leite e servido com doces.


Alemanha
E algumas regiões, é servido com leite condensado ou chantilly.

Suíça
Adiciona-se ao café um licor, o "kirsch" .

México

Em muitos lugares, o café é oferecido gratuitamente e pode ser consumido em grandes quantidades. O chamado café americano, como é conhecido no México, é o mais consumido e uma cópia do que se bebia até poucos anos nos Estados Unidos, aguado e com pouco sabor
Fonte: Associação Brasileira da Indústria do Café (Abic)

24 jun

Café antes de exercício físico acelera queima de calorias

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

 

Engenheiro, consultor e recordista mundial de natação, o gaúcho Fernando Limongi é um exemplo de como o café pode ser utilizado antes de um exercício físico. Há cerca de um ano e meio, ele segue o hábito de tomar duas xícaras de café uma hora antes de cada treino. O objetivo é acelerar o metabolismo para queimar gordura mais rapidamente enquanto dá suas braçadas.

Limongi gostava de café, mas a bebida entrou de vez na sua rotina quando consultou a nutricionista Débora Vargas, para melhorar a performance esportiva nas competições que participa pela equipe master do Clube Náutico União. Além da reeducação alimentar, Débora indicou o consumo de duas xícaras e meia de café coado uma hora antes da atividade física.

— Se consumida antes do exercício, a cafeína mobiliza uma quantidade maior de gordura corporal e ajuda a acelerar a queima calórica. O efeito é maior para quem não tem uso excessivo — explica.

Veja também
As duas faces do café quando o assunto é saúde

Uma semana antes das competições, porém, o atleta suspende o consumo, já que o café, segundo Débora, é diurético possante. Isso acarreta uma perda de líquidos desnecessária antes do exercício, que poderia ter um efeito negativo sobre o equilíbrio térmico e o desempenho em um ambiente de calor.

Para degustar seu café antes dos treinos, o engenheiro tem preferência pela receita mais simples: o café passado. Nas hospedagens por onde passa durante as competições Brasil afora, tem sorte de encontrar a bebida com facilidade.
– O café no Brasil é muito bom. A qualquer lugar que se vá, a gente encontra – afirma.

Fonte: Portal vitrine

20 jun

Cafeteria taiwanesa imprime rostos de consumidores no café

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Let’s Café, uma rede com cerca de 2 mil lojas em Taiwan, diz ter conseguido ampliar as vendas e enfrentar grandes companhias do setor com a invenção

Let's Café imprime rostos de consumidores no café (Foto: Reprodução / YouTube)

Let’s Café imprime rostos de consumidores no café (Foto: Reprodução / YouTube)

A Let’s Café é uma rede de cafeterias em Taiwan com cerca de 2 mil pontos de venda, mas não tem exatamente grandes unidades, e sim quiosques, lojas de conveniência que oferecem café rápido para famílias. O desafio: como ganhar das grandes redes, com lojas maiores e mais bem estabelecidas? A solução: imprimir o rosto do consumidor sobre o café e lhe oferecer uma experiência que nem mesmo as grandes companhias oferecem.

A empresa taiwanesa colocou em suas principais unidades uma máquina que faz esta função. O consumidor faz o upload de uma imagem do celular para o aparelho, e ele a insere no café com materiais comestíveis.

A rede contou, em um vídeo que começou a circular nesta semana, que conseguiu aumentar as vendas com cafés "ridiculamente únicos e divertidos" – embora não diga quanto o faturamento subiu desde a invenção. A ideia a fez ficar famosa m redes sociais de Taiwan e lhe deu credibilidade para enfrentar cafeterias maiores, diz ela.

Let's Café imprime rostos de consumidores no café (Foto: Reprodução / YouTube)

Let’s Café imprime rostos de consumidores no café (Foto: Reprodução / YouTube)

Fonte: Epoca

18 jun

Cafeteria de São Paulo vende café expresso a R$ 0,20 em apoio aos manifestos

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

 

17/06/2013 

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Facebook

    Isabela Raposeiras posa com equipe em foto divulgada nas redes sociais: apoio aos manifestantes paulistanos

    Isabela Raposeiras posa com equipe em foto divulgada nas redes sociais: apoio aos manifestantes paulistanos

O Coffe Lab, cafeteria e torrefadora de café de São Paulo, vai vender a xícara de café expresso a R$ 0,20 nesta segunda-feira (17). A iniciativa é uma forma de apoio da proprietária da casa, Isabela Raposeiras, e sua equipe aos manifestos em prol da redução de tarifa de ônibus na capital paulista.

"Acidez acética, a do vinagre, é sempre um defeito grave em cafés. Hoje, ela é bem-vinda. Hoje, fazemos uma homenagem a todos que abriram a boca, a mente e o coração, virtual ou presencialmente, contra a barbárie social. Quanta vergonha. (São Benedito está em retiro, rezando pela polícia e governantes desse país.)", diz mensagem na página do Coffe Lab, no Facebook.

Desde a semana passada, a cidade de São Paulo tem passado por uma série de manifestações que representam a insatisfação da população com a vida na capital não só pelo aumento da passagem de ônibus. Nem mesmo a gastronomia ficou de fora da onda de protestos.

Na última quinta-feira (13), diversos chefs de cozinha se reuniram no vão livre do MASP,  na Avenida Paulista, para mostrar sua insatisfação com a onda de arrastões que têm acontecido com certa frequência nos restaurantes da capital.

O ato é parte do movimento o "Acorda Brasil Juntos Pela Vida", iniciado pela chef Daniele Dahoui, que teve seu restaurante, o Ruella, invadido por assaltantes armados. Entre os apoiadores estavam Alex Atala (D.O.M.), Morena Leite (Capim Santo), Emmanuel Bassoleil (Skye) e André Mifano (Vitto).

Buy Philips sonicare toothbrush heads click: philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush  | sonicare toothbrush heads  | best electric toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | kids toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | replacement toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | Quality sonicare toothbrush heads for sale. |
IT Zertifizierung click: Cisco 700-101 Antwort  | IBM c2010-657 Zertifizierungsprfung  | Oracle 1Z1-117 Antwort  | Oracle 1Z1-511 Prfung  | Cisco 200-125 Zertifizierung  | Cisco 350-080 Zertifizierung  | Cisco 300-135 Zertifizierungsprfung  | Microsoft 070-121 Prfung Frage  | 642-874 Zertifizierung  | 070-346 fragen  | 200-125 fragen  | Oracle 1Z0-144 Zertifizierung  | http://www.exam-qa.de/  | Cisco 300-135 Prfung  | Oracle 1Z0-147 Prfung Antwort  | 642-871 Frage und Antwort  | Microsoft 70-412 Zertifizierungsprfung  | Microsoft 70-315 Prfung Fragen  | Cisco 640-911 Zertifizierung  | IBM 000-106 Frage  | Microsoft 070-121 Prfung  | Microsoft 70-413 Prfung  | Microsoft 70-270 Fragen  | 300-101 Frage und Antwort  | Prfung 200-310  | Prfung 400-101  | 1Y0-201 Zertifizierungsfragen  | Prfung 210-060  | 1V0-601 Zertifizierungsfragen  | Prfung Cisco 640-916  | Prfung 200-105  | Prfung CISSP  | Microsoft 70-515 Prfung dumps  | Cisco 700-501 Zertifizierungsprfung  | Prfung 200-105  | Prfung 300-101  | Prfung 2V0-621D  | Prfung 300-135  | Prfung 300-115  | Prfung 400-051  | Prfung 210-065  | Prfung 100-105  | Prfung 300-320  | Prfung 210-260  | Prfung 300-115  | 210-065 Prfung  | 810-403 fragen  | 101-400 Zertifizierung  | 070-270 Zertifizierung  | Zertifizierung 600-455  | 640-916 Zertifizierung  | Zertifizierung cog-615  | 3101 fragen  | Microsoft 70-411 Zertifizierung  | Cisco 350-030 Zertifizierung  | Cisco 350-030 Zertifizierung  | IBM c2010-652 Frage und Antwort  | 350-020 fragen  | 100-105 fragen  | Microsoft 74-679 Zertifizierung  | OG0-093 Zertifizierung  | 300-075 fragen  | 000-102 fragen  | 000-605 fragen  | 200-125 Zertifizierung  | 640-822 fragen  | 640-460 Zertifizierung  | Cisco 200-125 Frage  | Microsoft 70-178 Zertifizierung  | IT Exam Frage und Antwort.