nome blog

Blog Café Fácil - O melhor conteúdo sobre Soluções em Café
30 dez

Cientistas inventam a caneca de café perfeita

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

 

ku-xlarge

Cientistas adoram café. Mais do que ninguém, segundo algumas pesquisas. Então, de certa forma, faz todo o sentido que eles sejam responsáveis ​​por aquilo que poderia ser a maior invenção relacionada ao café desde que tiveram a ideia de misturar café e álcool: uma caneca que mantém o café quente – mas não muito quente – por horas a fio.

O recipiente é a menina dos olhos de Logan Maxwell e Dean Verhoeven. A ideia surgiu para Maxwell no último ano da graduação na Universidade Estadual da Carolina do Norte (EUA).

Para seu projeto final de design, ele desenvolveu uma caneca de café reguladora de temperatura que acabou por ser conceitualmente idêntica a protótipos mais sofisticados nos quais Verhoeven, um engenheiro, vinha trabalhando há anos. Perto da metade de 2013, um amigo em comum apresentou os dois inventores de canecas. Juntos, a dupla fundou uma companhia – a Joveo – e lançaram uma campanha de arrecadação coletiva de fundos para a caneca, que eles batizaram de “Temperfect”.

ku-xlarge (1)

Qualquer garrafa térmica antiga pode manter uma bebida quente por algum tempo, mas como alguém que já derreteu o céu de sua boca enquanto tomava em um copo de café escaldante lhe dirá, mais quente não quer dizer necessariamente melhor. Maxwell explica que a Temperfect é projetada para fazer com que bebidas escaldantes esfriem a uma temperatura quente, mas potável, e se mantenham dessa forma.

“[Beber] qualquer coisa acima de 60° Celsius coloca a pessoa sob o risco de queimaduras”, explica. A Temperfect foi projetada para trazer o café ou o chá (que são tipicamente fabricados em torno de 100° C) a uma temperatura ideal de consumo em cerca de dois minutos e mantê-la assim por horas a fio. Compare isso com a sua caneca padrão de isolamento a vácuo (que pode manter a bebida perigosamente quente até uma hora após o enchimento) ou a caneca de cerâmica típica (que resfria rápido demais para desfrutar da bebida por muito mais do que talvez 20 minutos). A temperatura ideal está entre 50° C e 65° C.

Sua caneca isolada convencional impede a perda de calor ao imprensar um vácuo entre duas paredes. A Temperfect funciona de uma forma semelhante, mas acrescenta uma terceira parede à mistura. Como uma garrafa térmica comum, a Temperfect tem um vácuo entre suas paredes exteriores e média, porém, entre suas paredes média e interna, existe um produto químico não tóxico que Maxwell chama de “material X” (rotulado na animação abaixo como “Temperfect insulation”) que funde-se a 60° Celsius.

ku-xlarge

Maxwell não quis revelar o que é o material X, contudo, assegura que é uma substância segura para interagir com alimentos. “Você literalmente poderia comê-la se você quiser”, garante o cientista. “Embora eu tenha certeza que ela não seria muito saborosa”, finaliza.

À temperatura ambiente, o material X é um sólido, mas é só derramar uma bebida quente na caneca e ele rapidamente absorve todo o calor em excesso, tornando-se um líquido, enquanto derruba rapidamente a temperatura de sua bebida. O excesso de calor é armazenado no material X e dissipa-se de volta para o café à medida que ele esfria. A chamada caneca de “mudança de fase” se assemelha a protótipos semelhantes primeiro fabricados na década de 1960, que nunca chegaram ao mercado devido a desligamentos na fabricação. Verhoeven – que, no momento em que conheceu Maxwell já havia passado anos na fabricação, testando e melhorando protótipos da caneca – resolveu o problema de fabricação, e, graças à sua campanha grande sucesso no site de financiamento coletivo Kickstarter, a dupla tem dinheiro mais do que suficiente para bancar a produção inicial de sua caneca.

Isso significa que você terá três horas da sua bebida na zona de temperatura perfeita. Nada mal.

Você pode aprender mais sobre as canecas na página do Kickstarter de Maxwell e Verhoeven. Ela já está bem além do valor necessário para a produção, mas apoiar o projeto é a sua melhor chance se você quiser uma Temperfect do primeiro ciclo de produção.

http://hypescience.com/

28 dez

Um barista no seu celular!

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Já pensou em ter um barista – ao seu dispor a qualquer momento – com diversas dicas de como preparar cafés? Pois essa é a proposta do Great Coffee App, desenvolvido com a colaboração de um barista com dez anos de experiência para falar de cafés para iniciantes e também experts.

O aplicativo traz o passo a passo de como preparar 16 misturas como macchiatos, lattes, mochas e mais!

Demonstrações de bebidas em camadas, fatos interessantes sobre o café, trilha sonora especial – os criadores contaram com músicos que compuseram um som exclusivo para o aplicativo –  e um design gráfico impressionante fazem parte desse app cafeinado. Dê o play no vídeo para conferir mais detalhes. Vale a pena!  ;) 

O Great Coffee é exclusivo para iPads e iPhones, e pode ser comprado por US$ 2,99 na loja do iTunes.

Fonte: MacMagazine / Café Meridiano

26 dez

Benefícios do café verde

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

 

Benefícios do café verde

 

O café verde que é o grão de café ao natural, sem o processo tradicional de queima – que torna a bebida escura; é considerado um poderoso antioxidante, além de ter outros benefícios.

O combate à diabetes é uma das vantagens do café verde, já que é rica em ácido clorogênico, que diminui a absorção de glicose no intestino e, por consequência, a liberação de açúcar no fígado e na corrente sanguínea.

Os efeitos antioxidante e termogênico atua, de forma eficaz, na perda de peso e na oxidação das gorduras corporais, é acentuado por possuir duas vezes mais cafeína que a versão torrada.

É extremamente importante ficar atento às contraindicações. Pessoas com hipertensão, hipertireoidismo, gastrite crônica, úlceras gastroduodenais e com problemas hepáticos e reumáticos não devem ingerir o produto.

PORTAL DE PAULINIA
22 dez

Natal é momento de festa, confraternização e de um bom café

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Que tal celebrar as festas de fim de ano também com produtos elaborados à base de café?

A magia do Natal está no ar, despertando solidariedade, compaixão, espírito de paz, amor e união entre as pessoas. Nas confraternizações realizadas nos lares, nas instituições educacionais, entre amigos e colegas de trabalho, compartilha-se a emoção e a alegria da crença no menino Jesus e da gratidão pelas bênçãos da vida. Nesses momentos de celebração, cabe a presença do nosso bom e amado café genuinamente brasileiro. Afinal, o hábito de tomar café no Brasil, mais do que corriqueiro, é parte da história e tradição de nosso País. Ao longo do tempo, o “momento cafezinho” foi e é pano de fundo de reflexões profundas, acordos políticos, encontros de amigos, trocas de experiência, confissões e bate papo pelo mundo afora.

Para as ceias de dezembro, que bem retratam o espírito natalino e do Ano Novo, a Embrapa Café, coordenadora do Consórcio Pesquisa Café, sugere algumas receitas especiais à base de café propostas no site da Associação Brasileira da Indústria de Café –Abic e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais – Emater – MG, parceiras do Consórcio. Entre elas, o defumado natalino, pernil ao molho de café, peru rápido com molho de café, brigadeiro de café, torta de banana com café, charlote de café, rocambole de café e licor de café. Confira essas e outras receitas no site da Abic e da Emater-MG. Assim, a Embrapa Café e o Consórcio Pesquisa Café desejam aos apreciadores de um bom café e de produtos à base de café um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de felicidade. E aos cafeicultores, em particular, nossa gratidão pelo árduo trabalho desenvolvido em prol da cafeicultura brasileira e votos de muita prosperidade.

A história do café no Brasil – Uma missão oficial do militar luso-brasileiro Francisco de Melo Palheta, em 1727, trouxe a primeira muda de café para o Brasil. Francisco recebeu da esposa do governador da Guiana Francesa uma muda, que veio escondida dentro de um vaso de planta. Ao chegar ao Brasil, o café encontrou todas as condições favoráveis para florescer. A primeira muda que chegou ao País entrou pelo porto do Pará. Em seguida, foi para o Paraná, difundiu-se pelas montanhas do Espírito Santo, por algumas regiões do Estado do Rio de Janeiro e foi descendo para a alta mogiana, em São Paulo. Hoje, o Brasil é considerado o maior produtor e exportador de café no mundo e o segundo maior consumidor, ficando atrás somente dos Estados Unidos. O Estado de Minas Gerais é considerado o maior parque cultural de café, responsável por mais de 50% da produção brasileira.

19 dez

"Museu do Café vai ao Orquidário" durante férias e leva mostra e atividades educativas

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

“Museu do Café vai ao Orquidário” durante férias e leva mostra e atividades educativas

No mês de janeiro, Museu vai até o parque com atividades voltadas a crianças e adultos. No Centro, programação terá jogos e oficina de instrumentos musicais para público infantil

A Programação de Férias do Museu do Café, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, está recheada de atrações. Com atividades voltadas a crianças e adultos, o Museu leva para o Orquidário – durante o mês de janeiro – a mostra itinerante “Conhecendo o Café”, e atividades como o “Violinha de Café”, “Dica do Barista” e o plantio de mudas de café. Já no Centro Histórico, o Museu prepara jogos lúdicos e atrações musicais para o seu público durante o período.

Com o objetivo de levar a cultura do café, sua história e curiosidade às pessoas por meio de atividades lúdicas, o Museu chega ao Orquidário de Santos, no dia 1 de janeiro, com a mostra “Conhecendo o Café”. Os painéis abordam as etapas da plantação de café, iniciando com o tratamento das mudas, viveiros, preparo para o plantio, covas ou sulcos, manejo do cafezal, colheita e abanação, lavagem, preparo do café, secagem, beneficiamento, rebeneficiamento e armazenamento. A mostra fica em cartaz no local até o dia 31 de janeiro.

O Museu também levará três atrações, especialmente escolhidas, oferecidas pelo setor Educativo e pelo Centro de Preparação do Café. O plantio de mudas de café, destinado ao público infantil, propõe o contato com mudas de café por meio do manuseio com a terra e técnicas de plantio. No final, o participante pode levar a muda plantada para cultivá-la em casa. O “Violinha de Café” é uma atividade lúdica com música e dança para crianças e que tem como objetivo estimular o conhecimento sobre a morfologia do café e curiosidades sobre a bebida. Para os adultos, o Museu prepara a atração “Dica do Barista”, que levará aos participantes os diferentes modos de preparo do café. Essas atividades acontecerão nos dias 5, 12, 19 e 26 de janeiro, sempre às 14h, 15h e 16h, respectivamente.

Já no Centro Histórico, o Museu prepara uma programação totalmente voltada para as crianças, com início sempre às 14h. No dia 9 de janeiro haverá uma Caça ao Tesouro, o jogo estimula as crianças a adquirirem conhecimento sobre a Bolsa Oficial de Café e a história do grão por meio de dicas. Continuando a programação, no dia 17, quem participar do “Jogo do Imigrante”, saberá mais sobre a história da vinda dos imigrantes para o Brasil e o trabalho nas fazendas de café. No dia 23, fechando a grade de atividades, acontece o “Musicando com Café”, uma oficina de instrumentos musicais confeccionados com material reciclado.

O Museu do Café fica localizado na rua XV de Novembro, 95, no Centro Histórico de Santos. Para atender à demanda de turistas e moradores da região, o Museu do Café passa a funcionar também às segundas-feiras até fevereiro. Excepcionalmente neste período do ano, o Museu abre de segunda a sábado das 9h às 17h, e aos domingos das 10h às 17h. Os ingressos custam R$ 5, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. Já a Cafeteria do Museu funciona de segunda a sábado, das 9h às 18h, e aos domingos entre 10h e 18h. Outras informações estão disponíveis no site www.museudocafe.org.br.

Serviço

Programação de Férias

Museu do Café vai ao Orquidário

Mostra “Conhecendo o Café”

Data: 01/01 até 31/01

Horário: todos os dias, das 9h às 18h

Local: Orquidário Municipal

Endereço: Praça Washington, s/nº – José Menino – Santos

Preço: R$ 5 (entrada franca para menores de 12 anos e maiores de 65 anos)

Plantio de Mudas de Café

Datas: 5, 12, 19 e 26/01

Horário: 14h

Local: Orquidário Municipal

Endereço: Praça Washington, s/nº – José Menino – Santos

Preço: R$ 5 (entrada franca para menores de 12 anos e maiores de 65 anos)

Violinha de Café

Datas: 5, 12, 19 e 26/01

Horário: 15h

Local: Orquidário Municipal

Endereço: Praça Washington, s/nº – José Menino – Santos

Preço: R$ 5 (entrada franca para menores de 12 anos e maiores de 65 anos)

Dica do Barista

Datas: 5, 12, 19 e 26/01

Horário: 16h

Local: Orquidário Municipal

Endereço: Praça Washington, s/nº – José Menino – Santos

Preço: Grátis

Atividades Educativas no Museu do Café

Caça ao Tesouro

Datas: 09/01

Horário: 14h

Local: Museu do Café

Endereço: Rua XV de Novembro, 95 – Centro Histórico – Santos

Preço: Grátis

Jogo do Imigrante

Datas: 17/01

Horário: 14h

Local: Museu do Café

Endereço: Rua XV de Novembro, 95 – Centro Histórico – Santos

Preço: Grátis

Musicando com Café

Datas: 23/01

Horário: 14h

Local: Museu do Café

Endereço: Rua XV de Novembro, 95 – Centro Histórico – Santos

Preço: Grátis

17 dez

HISTÓRIA – A longa trajetória dos cafezais em Paranavaí

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

A longa trajetória dos cafezais em Paranavaí

A geada do meio deste ano não foi uma das mais fortes da história mas, aliada à terra enfraquecida por quase 90 anos de exploração, o que se traduz em menor produtividade, e aos baixos preços de comercialização, levou alguns dos últimos produtores remanescentes de café em Paranavaí e região ao desânimo.
De alguns milhares de pequenos e médios produtores, além dos grandes, entre as décadas de 40, 50 e 60, restaram pouco mais de 50 e, desses, alguns se confessam desanimados e só insistem por uma questão de tradição ou hobby, sem considerar a cafeicultura a sua principal atividade econômica.

No início do século passado o café era o principal produto de exportação do Brasil. Veio da Etiópia, via França e Caribe, aportou na Guiana Francesa, Guiana Inglesa (atual República da Guiana) e Guiana Holandesa (atual Suriname), de onde cafeicultores migraram para o Brasil, através de Belém, do Estado do Pará.  
No Paraná o café entrou nas primeiras décadas dos anos 1900. Com a crise de preços, que levou à proibição dos “cafezeiros” (como eram chamados na época) no Rio, Minas Gerais e São Paulo, os “barões do café” (como eram chamados os grandes produtores) adquiriram grandes propriedades em Cambará, Jacarezinho, Santo Antonio da Platina, Ribeirão Claro e outras cidades do Norte Pioneiro, para cultivar o produto.

Foram eles que atraíram as concessionárias de ferrovias e provocaram a construção das estradas de ferro no Norte do Paraná, para transportar a produção para o porto de Santos-SP. Enquanto isso pequenos produtores chegavam à região Noroeste do Paraná, centralizada por Paranavaí, através do Rio Paraná e Paranapanema, vindos de Presidente Prudente.

“Em 1902 já havia informação sobre a existência de plantação de café na Cidadinha”, disse em entrevista ao Diario do Noroeste em 1977 o pioneiro Natal Francisco, que visitou a região em 1929 e retornou para morar aqui em 1946, quando fundou o Atlético Clube Paranavaí. Natal Francisco referia-se ao núcleo habitacional constituído no atual Jardim São Jorge, que deu origem à Vila Montoya. Esta cresceu e chegou a ter até 600 famílias em 1929, depois que a Companhia Brasileira de Viação e Comércio (Braviaco) passou a cultivar as terras obtidas por concessão junto ao Governo do Estado, entre 1922 e 1931.

Para trabalhar no plantio e colheita de café a Braviaco importou trabalhadores do Nordeste. Inicialmente foram 300 famílias da Bahia, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará. Depois, uma leva de mais 300, cuja saga foi narrada por um dos que vieram na primeira leva, Frutuoso Joaquim de Salles, em entrevista ao Diario do Noroeste em 1977.

Apesar das sucessivas geadas – como as 1925, 1955, 1968, 1975 – o café continuou sendo o principal produto de exportação da região, embora surgissem outras opções agrícolas e pecuárias a partir de 1946, como a mandioca, algodão, arroz, milho, gado, etc.

Ao longo dos anos, Paranavaí chegou a ter duas dezenas de máquinas de café (que teve nomes marcantes como as dos Irmãos Dal Prá, Afonso Sguissardi, Martinez & Sciarra, Cafeeira Amazonas e outras); de algodão e milho (como a Matarazzo, McFaden, Esteves & Irmãos, etc), uma centena e meia de fábricas de farinha de mandioca e fecularias, dois frigoríficos (Irmãos Baggio e Fripan).

Mesmo com as geadas de 1955 e as dos anos 1960, o café persistiu como principal produto agrícola da região. Um grupo de cafeicultores se reuniu e fundou a Cooperativa Agrícola dos Cafeicultores de Paranavaí (Coaca).

Presidente da entidade eleito por três vezes consecutivas, o engenheiro-agrônomo, cafeicultor e pecuarista Ludovico Axel Surjus disse quinta-feira (12/12) ao Diario do Noroeste que a Coaca chegou a ter 500 cooperados e exportou café até para a Itália.

O setor recebia nos anos 1970 o incentivo do Governo Federal e do Estado – governador Jayme Canet Júnior – que através do secretário de Agricultura, Paulo Carneiro Ribeiro, viabilizou recursos de 20 milhões de cruzeiros (moeda da época) para a Coaca construir seu barracão para depósito de café (na Av. Paraná, ao lado do Fórum Sinval Reis, e local hoje transformado em várias lojas comerciais).

Com a geada que dizimou a maior parte dos cafezais em 1975 a Coaca perdeu muitos cooperados. Ainda tentou seguir por outros caminhos, como o da mandioca, em franca expansão, e chegou a implantar uma fecularia ao lado do Bosque Municipal na Vila Operária, mas acabou extinta.

Buy Philips sonicare toothbrush heads click: philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush  | sonicare toothbrush heads  | best electric toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | kids toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | replacement toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | Quality sonicare toothbrush heads for sale. |
IT Zertifizierung click: Cisco 700-101 Antwort  | IBM c2010-657 Zertifizierungsprfung  | Oracle 1Z1-117 Antwort  | Oracle 1Z1-511 Prfung  | Cisco 200-125 Zertifizierung  | Cisco 350-080 Zertifizierung  | Cisco 300-135 Zertifizierungsprfung  | Microsoft 070-121 Prfung Frage  | 642-874 Zertifizierung  | 070-346 fragen  | 200-125 fragen  | Oracle 1Z0-144 Zertifizierung  | http://www.exam-qa.de/  | Cisco 300-135 Prfung  | Oracle 1Z0-147 Prfung Antwort  | 642-871 Frage und Antwort  | Microsoft 70-412 Zertifizierungsprfung  | Microsoft 70-315 Prfung Fragen  | Cisco 640-911 Zertifizierung  | IBM 000-106 Frage  | Microsoft 070-121 Prfung  | Microsoft 70-413 Prfung  | Microsoft 70-270 Fragen  | 300-101 Frage und Antwort  | Prfung 200-310  | Prfung 400-101  | 1Y0-201 Zertifizierungsfragen  | Prfung 210-060  | 1V0-601 Zertifizierungsfragen  | Prfung Cisco 640-916  | Prfung 200-105  | Prfung CISSP  | Microsoft 70-515 Prfung dumps  | Cisco 700-501 Zertifizierungsprfung  | Prfung 200-105  | Prfung 300-101  | Prfung 2V0-621D  | Prfung 300-135  | Prfung 300-115  | Prfung 400-051  | Prfung 210-065  | Prfung 100-105  | Prfung 300-320  | Prfung 210-260  | Prfung 300-115  | 210-065 Prfung  | 810-403 fragen  | 101-400 Zertifizierung  | 070-270 Zertifizierung  | Zertifizierung 600-455  | 640-916 Zertifizierung  | Zertifizierung cog-615  | 3101 fragen  | Microsoft 70-411 Zertifizierung  | Cisco 350-030 Zertifizierung  | Cisco 350-030 Zertifizierung  | IBM c2010-652 Frage und Antwort  | 350-020 fragen  | 100-105 fragen  | Microsoft 74-679 Zertifizierung  | OG0-093 Zertifizierung  | 300-075 fragen  | 000-102 fragen  | 000-605 fragen  | 200-125 Zertifizierung  | 640-822 fragen  | 640-460 Zertifizierung  | Cisco 200-125 Frage  | Microsoft 70-178 Zertifizierung  | IT Exam Frage und Antwort.