nome blog

Blog Café Fácil - O melhor conteúdo sobre Soluções em Café
30 set

Café protege pele dos raios gama, diz estudo

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

28/09/2014 – Substâncias naturais podem servir de proteção para os efeitos colaterais da radioterapia. Um estudo internacional mostrou que células tratadas com produtos orgânicos desse tipo diminuíram os efeitos nocivos dos raios gama em até 40%, evitando a destruição e a mutação do material genético da estrutura viva. Se tiverem a eficácia comprovada em humanos, esses compostos servirão para a fabricação de uma droga capaz de proteger pacientes que sofrem com os danos do tratamento contra cânceres.
Para esse experimento, foram usados os ácidos rosmarínico, cinâmico e cafeico, derivados do alecrim, da canela e do café e da alcachofra, respectivamente. Essas substâncias já provaram ter propriedades antioxidantes e protetoras contra os efeitos nocivos do sol e do câncer e são usadas em tratamentos dermatológicos. “Doses não tóxicas mostraram que elas induzem a radiosensibilização em células tumorais. Então, esse estudo procura mostrar como também podem ser radioprotetoras”, explica Faruck Lukmanul Hakkim, pesquisador da Universidade de Nizwa, no Omã. O estudo foi publicado no International Journal of Low Radiation e contou com a colaboração de cientistas do Japão, da Índia, da Austrália e da Coreia do Sul.
Os cientistas trataram uma cultura de células da pele humana com esses produtos durante um dia. Depois, bombardearam o material por duas horas com a mesma carga de radiação gama usada em um tratamento de radioterapia convencional. O ácido cafeico mostrou ser o melhor na proteção, diminuindo o dano causado às células em 40%. Os ácidos rosmarínicos e cinâmico diminuíram o efeito tóxico em 20% e 15%, respectivamente.
Quando penetra na pele, a radiação não diferencia células saudáveis de doentes. A pele vizinha à área irradiada pode apresentar irritação, perda de cabelo e desconforto, e os órgãos localizados próximos ao tumor têm o funcionamento alterado. Alguns pacientes correm o risco de desenvolver até mesmo outro tipo de tumor anos depois de curados do câncer. Se combinado com a quimioterapia, o procedimento oferece ainda mais perigo. Com informações do Correio Braziliense

29 set

Câmara dos Deputados inaugura exposição sobre história do café no Brasil

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

 

exposicao camara

A Câmara dos Deputados inaugurou na sexta-feira (19) a exposição fotográfica "Café do Brasil", que relata a história do grão e destaca seu importante papel na economia nacional. Realizada em parceria com o Serviço Social do Comércio (SESC), a mostra permanece aberta ao público até o dia 9 de novembro, das 9 às 17 horas, no Salão Negro do Congresso. A entrada é franca.

O Brasil é considerado o maior produtor e exportador do produto, além de ser o segundo mercado consumidor de café do mundo. O Brasil é considerado o maior produtor e exportador do produto, além de ser o segundo mercado consumidor de café do mundo. "Café do Brasil" traz obras dos fotógrafos Guilherme Gaensly e Essio Pallone Filho.

O primeiro retratou a indústria de café e as fazendas de São Paulo durante a virada do século 19. Já Pallone Filho registrou a cafeicultura nas fazendas de São Carlos, no interior paulista. A exposição – que tem curadoria do historiador Casimiro Neto – conta ainda com fotografias de profissionais do Sesc que apresentam o plantio de café orgânico em fazendas de São Paulo e do Distrito Federal.
Além de uma linha do tempo com a trajetória do café – desde seu surgimento na Etiópia no século 6, até os dias atuais, a exposição apresentará também os diferentes tipos de grãos, assim como alguns objetos históricos cedidos pelo Museu de Ribeirão Preto (SP). O Brasil é considerado o maior produtor e exportador do produto, além de ser o segundo mercado consumidor de café do mundo.

Serviço:
Exposição "Café do Brasil"
Período: 19 de setembro a 9 de novembro 2014
Horário: 9 às 17 horas
Local: Salão Negro da Câmara dos Deputados
Entrada franca

25 set

Nem cerveja, nem cachaça “Tomo café, logo exis­to”

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

FLÁVIA POPOV

“Tomo café, logo exis­to”. É assim que a letróloga Isa Gomes Esteves Martins da Silva define a paixão pela bebida. “Tenho 50 anos de idade e, desde que aposentei a mamadeira, venho tomando café! Ele fez parte de todas as etapas da minha vida, e agora, claro, continua presente”, conta.

Segundo Isa, o hábito envolve toda a família, e é sinônimo de pura diversão. “Quando nos reunimos, fazemos uma garrafa de café, e a bagunça e a fofoca estão garantidas! A minha filha tem 25 anos e, desde bem pequena, toma café. O meu sobrinho tem 5, e já aprecia a bebida”.

Duas xícaras diárias de café – passado em coador ‘de pano’ – são suficientes para deixar Isa de bem com a vida. “Tomo pela manhã e à tarde. Nem muito fraco, nem muito forte, e com açúcar (mas não gosto de adicionar o açúcar na hora; fervo a água com ele). Não me vejo sem café. Uma vez, precisei me abdicar por alguns dias, por conta de um clareamento dentário, e meu organismo sentiu a falta”, diz a letróloga, que admite que a bebida não traz nenhum tipo de malefício à sua saúde, nem mesmo antes de dormir. “Não me faz mal, não me provoca euforia. Vivo muito bem com o café, aliás, até mesmo antes de ir para a cama; não altera o meu sono, nem muda o meu estado emocional”, conclui Isa.

Também amante do café, o advogado Antônio Geraldo, de 60 anos, faz sua exigência: “Gosto do café ‘puro’, torrado e moído na hora; por isso, só compro na feira; gosto com pouco açúcar”, diz Antônio, que, assim como Isa, faz questão de duas xícaras por dia. “Não tomo café da manhã sem café, e não abro mão dele à tarde. Se ocorre de eu ficar um dia sem, parece que fica faltando alguma coisa”.

Para Antônio, o café é imprescindível no dia a dia. “Ele é tão primordial, tão essencial como um banho diário! Jamais o substituiria por outra coisa! Para mim, é benéfico; nunca foi um vício ou um hábito desmedido”, finaliza o advogado.

Weimar Kunz Sebba Barroso, que é cardiologista, é outro adepto do café. “Sempre gostei de café, mas tenho consumido mais nos últimos anos; hoje, é um hábito saudável que gosto de manter”, afirma Weimar, que toma cerca de três expressos por dia. Mas, diferentemente de Isa e Antônio, o médico não adiciona açúcar. “Ele mascara o sabor da bebida, por isso, tomo puro”.

Como cardiologista, Weimar alerta para o consumo da bebida. “O café, assim como várias outras substâncias, pode ser benéfico ou não, a depender da quantidade ingerida. Em pequenas quantidades, funciona como um estimulante saudável, que nos deixa mais alertas. Em grandes quantidades, pode trazer danos; do ponto de vista cardiovascular, o maior risco da ingestão excessiva se relaciona com o aparecimento de arritmias cardíacas”.

Sobre a ingestão de café pelas crianças, o médico é enfático. “Por ser um estimulante, devemos evitar que crianças o consumam. Em pequenas quantidades, praticamente todos os adultos podem ingerir”, finaliza Weimar.

Para saber mais sobre a bebida preferida dos brasileiros, O HOJE conversou com a nutricionista Monica Laboissiere Camargos. Confira a entrevista.

Entrevista Monica Laboissiere

De que é constituído um grão de café e quais são os valores nutricionais?

Além da cafeína, o café contém também ácidos clorogênicos, responsáveis por grande parte da atividade antioxidante da bebida, na proporção de 7% a 10%, isto é, três a cinco vezes mais que a cafeína, e ainda com potencial atividade antibacteriana, antiviral, e anti-hipertensiva. Há, também, a niacina, que é uma vitamina do complexo B, formada pela degradação de um composto naturalmente presente no grão. É importante lembrar, ainda, que o café contém vários alcalóides que contribuem para o sabor amargo, como a cafeína, a trigonelina e outras menores concentrações: teobromina, teofilina e paraxantina. Uma porção de 100 gramas de café contém as seguintes propriedades nutricionais: Kcal – 9; carboidratos – 1,5g; proteínas – 0,7g; gorduras totais – 0,1g; gorduras saturadas – 0g; gorduras monoinsaturadas – 0g; gorduras poli-insaturadas – 0g; fibras – 0g.

Como escolher o café ideal? O que deve ser levado em conta para o preparo?

Antes de tudo, é preciso escolher um café de qualidade para sentir melhor o sabor. O café Robusta, por exemplo, contém mais cafeína (2,1%) que o Arábica (1,3%). Do ponto de vista alimentício, todos esses componentes fazem do café uma bebida natural e saudável e, se ingerido em doses moderadas, pode fazer muito bem para a saúde, além de prevenir doenças. O preparo da bebida vai de acordo com a idade e a patologia, podendo ser café coado por filtragem, por percolação (dentre outras formas), além do café instantâneo, descafeinado coado e descafeinado instantâneo.

Como deve ser o consumo (até quantas xícaras por dia)? E a quantidade?

A quantidade de café para um adulto normal sem complicações (pressão alta, hipercoleterolemia, gastrite, esofagite ou insônia) é em torno de 250 mg/dia de cafeína; de duas a três xícaras de café (150 ml) é uma do­se segura.

Como é a digestão do café pelo organismo?

Ingerido por via oral é completamente absorvi­do. Após a ingestão, em até cinco minutos, podem ser detectadas pequenas quantidades no sangue, e sua concentração ocorre em até 30 minutos após a ad­ministração.

O café solúvel pode substituir o coado na hora?

O café solúvel tem uma concentração diferente de cafeína, e o café não filtrado aumenta a taxa de colesterol no sangue.

De todos os componentes existentes no ca­fé, qual seria o de maior importância para o organismo?

O café é rico em polifenóis, que possuem propriedades antioxidantes.

Que benefícios tem uma pessoa que toma café?

O café é estimulante do sistema nervoso central, reduz a fadiga, adia o sono, estimula o músculo cardíaco, a secreção gástrica, e aumenta a eliminação urinária (diurética).

E a bebida pode melhorar o desempenho esportivo?

O café também possui uma propriedade ergogênica, mas estudos demonstram que, se o indivíduo ingerir mais do que cinco xícaras de café por dia, pode sofrer ansiedade, arritmia, insônia crônica, depressão, problemas gástricos, alteração na tireoide, formação de cálculo, redução na densidade mineral óssea e dependência. A cafeína tem sido usada como ergogênica pela capacidade de causar um aumento da lipólise, facilitação da trans­missão no sistema nervoso central, aumento da força de contração muscular em baixas frequências de estimulação, e leva à economia do glicogênio muscular. Em decorrências dessas propriedades, o Comitê Olímpico Internacional estabeleceu que quantidade excessiva de cafeína na urina, superior a 12mcg/kg, são consideradas doping – esta quantidade pode ser atingida com um consumo de oito xícaras de café em um período de 12 horas. Os últimos estudos demonstram que a ingestão em excesso de cafeína contribui para a resistência à insulina.

SAIBA MAIS!

Estudo mostra relação entre consumo de café e diminuição do risco de câncer de próstata

Segundo estudo conduzido em Harvard, o café afeta o metabolismo da insulina e da glicose, além dos hormônios sexuais, que exercem um papel decisivo neste tipo de câncer. Dados apresentados mostram que grandes consumidores de café têm até 60% menos chance de contrair o câncer de próstata do que aqueles que nunca tomam a bebida. Ainda não se sabe qual substância no café é responsável pela prevenção, mas, ao que parece, a cafeína tem pouca relevância no resultado. Quer dizer, até o descafeinado, eventualmente, pode ajudar. O estudo acompanhou 50 mil homens entre 1986 e 2006.

Consumo de café pode estar associado a menor risco de morte

Um estudo publicado na revista New England Journal of Medicine analisou os hábitos de consumo de café de mais de 400 mil homens e mulheres americanos (com idades entre 50 e 71 anos), tornando-o o maior estudo que avaliou a relação entre consumo de café e saúde humana. Os resultados dessa pesquisa mostraram que o consumo de café pode estar inversamente relacionado à mortalidade total (quando ajustado pelos outros fatores de risco). Além disso, os tomadores de café também apresentaram menor mortalidade por causas cardíacas, doenças respiratórias, acidente vascular cerebral, causas externas, diabetes e doenças infecciosas. A associação entre café e o menor risco de morte foi semelhante tanto para os consumidores de café com cafeína quanto descafeinado. O resultado dessa pesquisa e de outras já realizadas mostram que consumir café diariamente é um hábito saudável, e que pode inclusive trazer benefícios para saúde. A possível explicação para esses resultados é que, além de cafeína, o café também contém centenas de compostos únicos e com propriedades antioxidantes que podem conferir benefícios à saúde. Ainda estamos aprendendo como cada um desses compostos pode afetar as funções biológicas. Existem, por exemplo, evidências fortes de proteção em relação a diabetes. Todos esses estudos têm gerado uma mudança de paradigma, fazendo com que o café deixe de ser um “vilão” e se torne um “mocinho” com relação à saúde humana.

*Fonte: Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic)

24 set

Mercado em expansão para café em cápsula

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Máquinas de Espresso em Capsula

O consumo de cafés especiais no país e no mundo está em alta e a tendência é que o mercado brasileiro para os grãos de alta qualidade cresça 25% nos próximos 10 anos. O aumento das cafeterias e das butiques de café são fatores que vêm estimulando o consumo dos grãos diferenciados. Outra tendência é o consumo deste produto especial nos lares, o que vem aquecendo as vendas de café em cápsula. Esse tipo de café, além de preservar o sabor e o aroma do produto é de fácil preparo. Atualmente, o mercado das cápsulas responde por apenas 0,6% do café consumido no país, mas a expectativa é representar entre 20% e 30% em dez anos.

O assunto foi debatido durante a Semana Internacional do Café (SIC), que terminou ontem no Expominas, em Belo Horizonte. De acordo com o professor do Departamento de Administração e Economia da Universidade Federal de Lavras (Ufla) e consultor em marketing no agronegócio, Paulo Henrique Leme, o brasileiro está aprendendo a consumir grãos especiais.

"O mercado de cafés especiais tem um potencial muito grande no país, a estimativa é que até 2024 a demanda cresça 25%, o que é muito significativo. Isso vem acontecendo devido à produção de alta qualidade de café no país e aos investimentos das indústrias que estão sempre pensando em inovações e na produção de máquinas domésticas. No que se refere ao consumidor, as máquinas de café para o uso no lar têm se tornado uma aspiração tanto dos clientes de classe média como das classes A e B. Eles estão em busca de cafeteiras, principalmente as que utilizam cápsulas ou monodoses, como uma forma de diferenciação do consumo de café em casa", disse Leme.

Mesmo com a demanda aquecida, a participação dos cafés comercializados em cápsulas ainda é muito pequena no país, mas a tendência é que este mercado cresça significativamente nos próximos anos. No mundo, o crescimento do consumo de café em cápsulas está em torno de 25% ao ano. As vendas estão mais concentradas nos países europeus, nos Estados Unidos e Japão. O crescimento menor nos países emergentes se deve à necessidade de comprar a máquina e as cápsulas, o que ainda é considerado um mercado de luxo e não acessível a boa parte da população.

"A tendência dos mercados emergentes, principalmente do Brasil, que já é grande consumidor de café, é que a população compre cada vez mais máquinas domésticas. Aqui, o mercado de cápsulas representa apenas 0,6% do consumo de café, mas a tendência é de que nos próximos dez anos ele represente entre 20% e 30% do mercado de consumidor de café.  um crescimento absurdo e, por isso, empresas como a Nespresso, Nestlé, entre outras, estão focando muito investimentos nessa área".

Avanço

Ainda que pouco significativo, o mercado de cápsulas no Brasil já vem apresentando crescimento. Em 2008, esse nicho era responsável pela movimentação anual de R$ 20 milhões, montante que encerrou 2013 em R$ 204 milhões.

"O consumo de café no Brasil representa R$ 7 bilhões ao ano.  um mercado grande, onde as cápsulas ainda são uma pequena fatia, mas como se tem agregação grande de valor e alta rentabilidade, o interesse em ampliar o acesso a esses produtos também é crescente. Uma das principais contribuições para o avanço do mercado das monodoses foi a quebra da patente da Nespresso, que aconteceu em 2013. Este fator promoveu a ampliação de marcas no mercado, sendo também fundamental para se ter preços mais acessíveis para o consumidor", disse.

Em relação aos cafeicultores, a orientação de Leme é que eles continuem a investir na produção de cafés especiais, mas é fundamental que também se invista em canais de vendas. "O produtor precisa continuar investindo em qualidade, com muita parcimônia e sabendo para qual mercado vender. Se não desenvolver o canal de venda, pode ter prejuízo e acabar perdendo os investimentos", orienta o especialista.

Segundo ele, para despertar o interesse dos consumidores, para que eles comprem as máquinas e as cápsulas de café, é necessário que toda a cadeia cafeeira se mobilize. " preciso investir na qualidade e na rastreabilidade do grão. Os consumidores valorizam quando, nas cafeterias ou nas boutiques de café, são informados sobre a origem, a forma correta de se consumir o produto e sobre a possibilidade de levar este café para ser preparado em casa.  um investimento que certamente terá retorno".

Com informações do  Diário do Comércio – MG

23 set

ARÁBICA E ROBUSTA

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

arabica_robusta

Planta exótica que pertence à familia das Rubiáceas, do gênero Coffea, que engloba diversas espécies (cerca de 60), das quais apenas duas são cultivadas e comercializadas: a Coffea Arabica e Coffea Canephora, conhecido como Robusta (no Brasil, Conilon).

Coffea arabica – Classificada apenas em 1753. Espécie rica em aroma, muito perfumada, doce e ligeiramente ácida. Os maiores cultivadores desta espécie são os países da América do Sul e Central também como alguns países da África e Ásia. Originária da Etiópia, a planta é bastante delicada e necessita de tratamentos intensos. Os grãos antes de torrados são de forma ovóide alongada, de cor verde azulada e apresentam um sulco pouco pronunciado e sinuoso. A taxa de cafeína deste tipo de grão é de cerca de 1,4%. O habitat ideal de cultivo situa-se entre 600 e 2000 metros de altitude. A região de Iúna, localizada a 750 m de altitude, enquadra-se neste perfil como um dos principais produtores do Brasil. Este grão possui numerosas variedades, sendo estes os principais oferecidos pela Infinito: Café Grupo I, do tipo Arábica. Tem um gosto doce e suave particular. Café Grupo II, do tipo Arábica. Tem um gosto fênico particular. Hoje, o ‘Arábica’ representa três quartos da produção mundial de café.

Coffea canephora (Robusta) – Descoberta e classificada no fim de 1800, esta planta é muito difundida na África, Ásia, Indonésia e Brasil. Os grãos possuem forma arredondada, irregular, são de cor amarelo esverdeada e contêm em média cerca de 2,5% de cafeína. Ela cresce em altitudes compreendidas entre o nível do mar e 600 metros e bem resistente à condições climáticas quente e úmidas. A bebida que se obtém depois da torra do ‘Robusta’ é caracterizada por corpo e gosto achocolatado com sabor persistente. Representa cerca de um quarto da produção mundial.

A bebida do café é produzida a partir dos frutos destas duas espécies, que produzem sabores e aromas bem distintos. É o que chamamos de Blends, ou seja, a harmonização dos grãos. Com informações Infinito Importação

22 set

SELO DE ORIGEM DO CAFÉ DA REGIÃO DO CERRADO MINEIRO CHEGA AO CONSUMIDOR FINAL

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

  

Cafeicultores do Cerrado, gestora da Denominação de Origem Cerrado Mineiro firmam parceria de sucesso. Nesta semana a Suplicy lançou no mercado um café especial com Selo de Origem da Região. As embalagens receberam o Selo de Origem, acompanhado de um QR-Code. A Suplicy usa o café de Diogo Tudela, produtor de Monte Carmelo e cooperado Coocacer. A parceira entre Diogo Tudela e a Suplicy é um projeto piloto que está sendo desenvolvido pela Federação dos Cafeicultores do Cerrado no uso do Selo de Origem e Qualidade para consumidores finais, apresentando numa plataforma de QR-Code a história do produtor e todas as características do lote. O Selo atesta que o café é 100% Cerrado Mineiro, garantida por sua Denominação de Origem, única para cafés no Brasil.

Com o Selo os consumidores tem a garantia da qualidade dos grãos e podem rastrear de onde seu café partiu e quem o produziu. Este é um primeiro projeto e novas marcas devem passar a utilizar o Selo de Origem, levando o melhor do Café da Região do Cerrado Mineiro, reconhecida por sua Denominação de Origem, até o consumidor final, cada vez mais exigente.

Buy Philips sonicare toothbrush heads click: philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush  | sonicare toothbrush heads  | best electric toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | kids toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | replacement toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | Quality sonicare toothbrush heads for sale. |
IT Zertifizierung click: Cisco 700-101 Antwort  | IBM c2010-657 Zertifizierungsprfung  | Oracle 1Z1-117 Antwort  | Oracle 1Z1-511 Prfung  | Cisco 200-125 Zertifizierung  | Cisco 350-080 Zertifizierung  | Cisco 300-135 Zertifizierungsprfung  | Microsoft 070-121 Prfung Frage  | 642-874 Zertifizierung  | 070-346 fragen  | 200-125 fragen  | Oracle 1Z0-144 Zertifizierung  | http://www.exam-qa.de/  | Cisco 300-135 Prfung  | Oracle 1Z0-147 Prfung Antwort  | 642-871 Frage und Antwort  | Microsoft 70-412 Zertifizierungsprfung  | Microsoft 70-315 Prfung Fragen  | Cisco 640-911 Zertifizierung  | IBM 000-106 Frage  | Microsoft 070-121 Prfung  | Microsoft 70-413 Prfung  | Microsoft 70-270 Fragen  | 300-101 Frage und Antwort  | Prfung 200-310  | Prfung 400-101  | 1Y0-201 Zertifizierungsfragen  | Prfung 210-060  | 1V0-601 Zertifizierungsfragen  | Prfung Cisco 640-916  | Prfung 200-105  | Prfung CISSP  | Microsoft 70-515 Prfung dumps  | Cisco 700-501 Zertifizierungsprfung  | Prfung 200-105  | Prfung 300-101  | Prfung 2V0-621D  | Prfung 300-135  | Prfung 300-115  | Prfung 400-051  | Prfung 210-065  | Prfung 100-105  | Prfung 300-320  | Prfung 210-260  | Prfung 300-115  | 210-065 Prfung  | 810-403 fragen  | 101-400 Zertifizierung  | 070-270 Zertifizierung  | Zertifizierung 600-455  | 640-916 Zertifizierung  | Zertifizierung cog-615  | 3101 fragen  | Microsoft 70-411 Zertifizierung  | Cisco 350-030 Zertifizierung  | Cisco 350-030 Zertifizierung  | IBM c2010-652 Frage und Antwort  | 350-020 fragen  | 100-105 fragen  | Microsoft 74-679 Zertifizierung  | OG0-093 Zertifizierung  | 300-075 fragen  | 000-102 fragen  | 000-605 fragen  | 200-125 Zertifizierung  | 640-822 fragen  | 640-460 Zertifizierung  | Cisco 200-125 Frage  | Microsoft 70-178 Zertifizierung  | IT Exam Frage und Antwort.