nome blog

Blog Café Fácil - O melhor conteúdo sobre Soluções em Café
31 ago

Beber três xícaras de café por dia pode prevenir contra ataques cardícaos

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Beber três xícaras de café por dia pode prevenir contra ataques cardícaos e infartos, sugere novo estudo. Pesquisadores concluiram que pessoas com costume de consumir a bebida diariamente apresentam menos escore de cálcio nas artérias, que é o grande responsável por causar doenças cardiovasculares. As informações são do Daily Mail.
Conforme explicam os médicos que conduziram a pesquisa, depósitos de escore de cálcio nos vasos sanguíneos obstruem as artérias, e podem levar a infartos e ataques do coração.
Para chegar aos resultados, os pesquisadores estudaram cerca de 25 mil homens e mulheres coreanos com idade média de 41 anos e sem histórico de doenças cardíacas. Os voluntários foram separados em cinco grupos: aqueles que não consumiam café; que tomavam uma xícara por dia; de uma a três xícaras por dia; três a cinco xícaras por dia; mais de cinco xícaras da bebida por dia.
A análise mostrou que as taxas de cálcio nos vasos sanguíneos era de aproximadamente 0,77 para aqueles que consumiam uma xícara de café por dia; 0,66 para quem ingeria até três xícaras; 0,59 para o grupo de até cinco xícaras; 0,81 entre aqueles que bebiam mais de cinco xícaras por dia.


As pessoas que consomem de uma a três xícaras de café são o segundo grupo com menos chances de terem as artérias obstruídas, e, portanto, de sofrerem infartos ou ataques cardíacos.
Os autores do estudo concluiram que "há uma evidência que liga inversamente o consumo de café com riscos de doenças cardiovasculares", afirmou um dos médicos. Ainda assim, eles alertam que mais pesquisas são necessárias para confirmar os resultados.
Repercutindo as evidências do estudo, a nutricionista britânica Victoria Taylor alertou para outra provável falha na associação inversa entre ingestão de café e risco de tais doenças. "Precisamos tomar cuidado ao generalizar esses resultados porque são baseados na população da Coreia do Sul, que tem uma dieta e estilo de vida muito particulares".
Fonte: Terra Saúde

26 ago

Cooperativa de cafeicultores aposta em cosméticos à base de café

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

 

café-cosmeticos-oleo-de-cafe-verde-biomassa-cooxupe-aqia  (Foto: Teresa Raquel Bastos/Ed. Globo)

Café tem diversos benefícios além da bebida (Foto: Teresa Raquel Bastos/Ed. Globo)

A Cooxupé, maior cooperativa de cafeicultores do mundo e responsável por 3,5% de toda a produção mundial de café, junta suas forças com a empresa brasileira de beleza Aqia para produzir a linha de cosméticos e alimentos funcionais Aqia Coffee, à base do grão. A novidade foi anunciada durante evento em São Paulo nesta terça-feira (25/8).

Na cartela de produtos estão os óleos e biomassa, obtidos a partir da prensagem do fruto a frio. A iniciativa de diversificar os negócios surgiu após uma pesquisa de mercado no exterior: o óleo de café é uma matéria prima requisitada no setor de cosméticos. Porém o preço bem salgado limitava o uso e encarecia bastante os produtos finais.

A Cooxupé fez convênio com as universidadesUnesp, de Jaboticabal (SP) e Unicamp , de Campinas (SP), para estudar a produção e os benefícios de derivados do café. Foram investidos R$ 5 milhões em pesquisa, desenvolvimento de produtos e infraestrutura em Guaxupé (MG).

Os resultados positivos dos estudos abriram caminho para esse nicho de mercado, e acooperativa se viu capaz de fornecer café de qualidade para a produção de cosméticos com a assiduidade que o setor precisa, por um preço mais barato e com certificação socioambiental, controle de origem e da cadeia de produção (como o Rainforest Alliance), aspectos muito valorizados no exterior, especialmente na Europa, que cada vez mais consome produtos naturais, e cadeias de produção sustentáveis.

A fabricação do óleo e da biomassa leva apenas grãos de altíssima qualidade e passam por um rigoroso processo. Tudo começa com a seleção das bagas, feita manualmente. Depois, uma amostra vai para a separação a partir de aspectos visuais e também para degustação. Após passar por todos esses testes, o lote de café segue para ser prensado a frio (e não com solvente, para obter um produto mais puro e sem interferências químicas), tudo automatizado. Por fim, segue para o laboratório da Cooxupé, para controle de qualidade.

Mercado

Segundo o presidente da Cooperativa de Produtores de Guaxupé (Cooxupé), Carlos Alberto Paulino da Costa, o óleo era difícil de vender. “As empresas de cosméticos não compravam o óleo bruto que a gente produzia”, conta. Então surgiu a oportunidade de negociar com a Aqia. “Íamos procurar empresas de ração para cachorro para vender, não havia mercado (para o óleo produzido pela cooperativa). Mas com as pesquisas, começaram a aparecer os benefícios dos produtos e abriu portas. Nós da cooperativa não temos canais de vendas para a indústria de cosméticos, que é sofisticada. Por isso é importante a joint venture com a Aqia”, explica.

cooxupé-café-aqia (Foto: Teresa Raquel Bastos/Ed. Globo)

O presidente da Cooxupé, Carlos Alberto da Costa, a especialista em cosméticos Sônia Corazza e Alaor Pereira, da presidente da Aqia (Foto: Teresa Raquel Bastos/Ed. Globo)

A quantidade de matéria-prima destinada para a produção de cosméticos deve girar em torno de 100 sacas. No caso da Cooxupé, que produz em média, 9 milhões de sacas por ano, essa quantidade é pequena. Costa afirma que é preciso ir com calma, que “é uma escada subindo, tem que ir degrau por degrau”, e a quantidade deve aumentar de acordo com a demanda .
A iniciativa também não gerará, pelo menos no começo, uma receita tão expressiva: os cosméticos devem gerar para a cooperativa R$ 50 mil mensais. “É um produto que achamos que futuramente terá aceitação grande. Acredito que o desempenho dele será muito maior que o planejado. Quando descobrirem que a biomassa ajuda a emagrecer… vixe! Será um sucesso! Haja café!”, brinca o executivo.
Já para a Aqia – empresa que projeta atingir um faturamento na casa dos R$ 5 milhões em 2016 – o incremento será bastante lucrativo. A expectativa da empresa é chegar em 2018 com faturamento de R$ 15 milhões.
Para quem atua diretamente no setor de cosméticos, a proposta de produtos à base de café brasileiro é bastante interessante. A empresária Cláudia Ribeiro, sócia da Joy Importações, que comercializa produtos de beleza , acredita que o mercado europeu tem demanda para os derivados. “Já falei com algumas empresas parceiras e eles se interessaram, principalmente para atender a Europa, que busca cada vez mais opções de produtos naturais”, conta. “Quero começar a exportar a matéria prima, aproveitando os contatos que já tenho, mas é preciso ainda saber de valores e se é viável. Estamos contando com o dólar bom para exportações”.
Se os produtos à base de café emplacarem, além de rentável, será um marketing positivo para ocafé brasileiro no mundo. “Produzir algo que vai ser útil, além do retorno financeiro e de criar alternativas de uso (para o café), é gratificante, a gente fica satisfeito. Acaba sendo um marketing para o café. É café de qualidade, não é de fundo de quintal. Em qualquer lugar do mundo, com as certificações que temos, é um bom marketing”, finaliza o presidente da Cooxupé.

Modo de usar

A Cooxupé e a Aqia vão produzir sete matérias primas que serão usadas em cosméticos. São elas dois tipos de óleo de café verde, dois tipos de óleo de café cereja, manteiga de café, e dois tipos de biomassa comestível em forma de pó.
Segundo a especialista em cosméticos Sônia Corazza, o café é rico em aminoácidos, minerais, lipídios, açúcares e vitaminas. Entre as suas propriedades estão a hidratação da pele, ação antioxidante, anti-inflamatória, lipolítica (atua na digestão de gorduras), alimentação funcional, aromatizante e cicatrizante.

Café verde (Green coffee oil) e manteiga de café
Ação tópica: calmante, anti-inflamatório e anti-irritante
Ação oral: Antirradicais livres e prevenção do envelhecimento precoce
Ação cosmética: hidratante e emoliente e prevenção aos danos actínicos

Biomassa integral de café verde (Slim coffee e nutri coffee)
Ação oral: Antioxidante, lipolítico, sacietógeno
Ação tópica: esfoliante

Café cereja (Cherry coffee oil)
Ação oral: Aromatizante 100% natural e ação neuro protetora

POR TERESA RAQUEL BASTOS, DE SÃO PAULO (SP)

Fonte : Globo Rural

24 ago

Museu do Café inaugura exposição sobre o trabalho imigrante em lavouras de café

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Primeiros-japoneses-a-chegar-ao-país-trabalhavam-nas-lavouras-de-café

“Imigrantes do café” é fruto de uma curadoria compartilhada com o Museu da Imigração e fica em cartaz até 9 de novembro

O Museu do Café, em parceria com o Museu da Imigração, ambas instituições da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, inaugura, no dia 27 de agosto, a nova exposição temporária Imigrantes do Café. A mostra é fruto de uma curadoria compartilhada com o equipamento cultural da capital e apresenta histórias e memórias da imigração para as lavouras cafeeiras no estado de São Paulo. A cerimônia de inauguração tem início às 19h e tem entrada gratuita. A exposição permanece em cartaz até o dia 9 de novembro.

A exposição retrata o cotidiano dos imigrantes desde a chegada ao Brasil pelo Porto de Santos – principal porta de entrada do país -, passando pela Hospedaria de Imigrantes do Brás e suas dependências, e, por fim, a ida para as lavouras. Lá, não somente o dia a dia do trabalho será retratado, mas também a vida pessoal desses imigrantes e os costumes que eles trouxeram de seus países para cá – e que são parte fundamental na composição do mosaico cultural que encontramos no Brasil.

Os acervos presentes na exposição, como fotografias, objetos, textos e depoimentos, foram selecionados em conjunto entre as duas equipes. “A exposição traz objetos que mostram o roteiro que o imigrante percorria desde o porto, até ir para as plantações. No primeiro módulo, focamos na chegada do imigrante, e aqui fazemos um contraponto. Enquanto o imigrante chegava no Brasil para uma nova vida, as sacas de café eram destinadas à Europa pelo mesmo local, o Porto de Santos, e utilizamos materiais de acervo para ilustrar isso. No segundo, passamos para a Hospedaria de Imigrantes do Brás, com objetos utilizados nos escritórios para registros de quem vinha de fora. No terceiro e quarto módulos, focamos nas fazendas, com objetos utilizados no trabalho e vida pessoal dos imigrantes, respectivamente”, explica a coordenadora técnica do Museu do Café, Marcela Rezek.

Além disso, ao longo da exposição, os visitantes terão contato com depoimentos do projeto de História Oral do acervo do Museu da Imigração, um dos destaques da curadoria. No total serão seis áudios com os testemunhos de imigrantes de diversos países que trabalharam em lavouras de café, entre as décadas de 1910 e 1920, logo após chegarem ao Brasil e sua passagem pela Hospedaria de Imigrantes.

O processo de curadoria da exposição, dividido entre as equipes dos dois museus, foi algo inédito para as instituições e que abre oportunidades para que outras atividades semelhantes sejam criadas. “Por sermos museus co-irmãos, geridos pelo mesmo instituto (INCI), conseguimos trabalhar a pesquisa, curadoria e comunicação museológica de uma maneira eficiente, gerando uma leitura igual. Foi um passo para futuras parcerias em novas exposições ou atividades”, complementa Marcela.

Após o encerramento de Imigrantes do Café, no Museu do Café, a exposição entrará em cartaz no Museu da Imigração, dando a oportunidade para os moradores da capital paulista se aprofundarem no assunto.

Museu da Imigração – Com reinauguração realizada em maio de 2014, o Museu da Imigração reabriu suas instalações com novo plano museológico e exposição de longa duração, completamente reformulada. O prédio, tombado pelo Conpresp e pelo Condephaat, passou pelo primeiro restauro completo desde que teve sua construção finalizada, em 1888.

Sediado no edifício da antiga Hospedaria do Brás – patrimônio público e importante ícone da história do estado e da cidade de São Paulo – o Museu da Imigração retomou as atividades com o objetivo de compreender e refletir o processo migratório a partir da história das 2,5 milhões de pessoas, de mais de 70 nacionalidades, que passaram pelo prédio entre os anos de 1887 e 1978. O MI funciona de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos, das 10h às 17h. O ingresso para visitação custa R$ 6, com gratuidade aos sábados. Saiba mais em www.museudaimigracao.org.br.

Já o Museu do Café fica à rua XV de Novembro, 95, no Centro Histórico de Santos. Seu horário de funcionamento é de terça a sábado das 9h às 17h, e aos domingos entre 10h e 17h. Os ingressos para visitação custam R$ 6, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. Aos sábados, a visitação é gratuita. Já a Cafeteria do Museu funciona de segunda a sábado das 9h às 18h, e aos domingos entre 10h e 18h. Outras informações estão disponíveis no sitewww.museudocafe.org.br.

Serviço

Inauguração da exposição “Imigrantes do Café”

Local: Museu do Café

Endereço: Rua XV de Novembro, 95 – Centro Histórico – Santos – SP

Data: 27 de agosto, às 19h

Expediente: de 28 de agosto a 09 de novembro

Telefone: (13) 3213-1750

21 ago

Italiana transforma café, cascas de frutas e alimentos em arte no Instagram

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Italiana transforma café, cascas de frutas e alimentos em arte no Instagram Giulia Bernadelli, 28 anos, divulga suas pinturas no perfil @bernulia

pintura em cafe

Foto: Instagram/Reprodução

A artista plástica Giulia Bernardelli, 28 anos, está há algum tempo fazendo sucesso nas redes sociais por conta de seus trabalhos. O motivo é que a italiana utiliza comidas, cascas de frutas, folhas e líquidos para fazer arte. "Simplesmente, segui o meu instito, com base nas ações que se realizam quando estou em frente à mesa", explica Giulia em entrevista por e-mail.

Seus primeiros trabalhos divulgados em seu Instagram oficial (@bernulia), há cerca de um ano, tinham o café como instrumento, quando Giulia acidentalmente derrubou uma xícara e, como ela mesmo diz "um novo mundo apareceu em frente aos meus olhos". "É com isso em mente que nas minhas fotos eu tento pegar a magia de um momento, como se o café criasse uma história, um conto, apenas por derramar na mesa", completa.
Ela conta que ao tomar um café ela sempre repara nas nuances que o líquido pode criar ao ser derramado na mesa. "No café da manhã, eu imagino patas de um gato pisando em compotas e deixando pegadas", exemplifica.
Atualmente, Giulia Bernardelli utiliza outros elementos, como cascas de frutas, folhas e comidas para montar novas obras, que são fotografadas, compartilhas em seu perfil nas redes sociais e, depois, desaparecem porque serão consumidos. "Esta é uma característica essencial do meu trabalho artístico. Depois de criar uma obra, eu tiro a foto e isso a torna em seu resultado final", afirma. Com informações do Diário de Pernambuco.

19 ago

CAFÉ AUMENTA CHANCES DE SOBREVIVER AO CÂNCER DE INTESTINO, APONTA ESTUDO

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

O consumo habitual de café com cafeína pode aumentar as possibilidades de sobrevivência ao câncer de intestino e proteger os pacientes tratados de uma recaída, segundo um estudo divulgado pela publicação britânica "Journal of the clinical Oncology".

Um grupo de cientistas descobriu que os pacientes que receberam tratamento e que consumiam altas doses de café – quatro ou mais xícaras ao dia – tinham 42% menos chances de reincidir do que os que não consumiam a bebida estimulante.

O estudo também mostrou como os pacientes que bebiam café tinham 33% menos possibilidades de morrer de câncer ou de qualquer outra causa que os demais.

O médico Charles Fuchs, diretor do Centro de Câncer Gastrointestinal em Boston (Estados Unidos), afirmou ter comprovado que "quem toma café tem um risco menor de voltar a desenvolver câncer, além de a sobrevivência e as possibilidades de cura aumentarem consideravelmente".

Todos os doentes que participaram do estudo, realizado com mil pacientes tratados, sofriam câncer de intestino em estágio III, o que significa que a doença já havia se estendido até os gânglios linfáticos perto do tumor original.

Sob circunstâncias normais, esses pacientes tinham 35% de chances de recair, depois da cirurgia e da quimioterapia.

A quantidade de bebida que se consome é diretamente proporcional aos efeitos beneficentes, de modo que, tomar duas ou três xícaras produz efeitos moderados e beber apenas uma oferece uma pequena proteção.

Apesar dos resultados do estudo, Fuchs se mostrou precavido com os potenciais benefícios do café como tratamento alternativo para os doentes de câncer de intestino.

"Se você toma café habitualmente e for diagnosticado com câncer de intestino, não deixe de tomar. Mas se você não é um consumidor habitual, e está em dúvida se deveria passar a tomar, primeiro consulte um médico", informou o pesquisador.

Embora esta seja a primeira vez que um estudo relaciona o consumo de café com a redução do risco de câncer, pesquisas anteriores indicaram que essa bebida pode proteger contra vários tipos de tumores malignos, incluindo o melanoma, o câncer de fígado e o de próstata em estágio avançado.  Com informações da Agência EFE via Terra Saúde

18 ago

Aroma de café estimula áreas de prazer no cérebro

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

cerebro de cafe

A bebida tem mais de 200 componentes que são liberados no ar e que podem ser percebidos pelo olfato.

O café virou mania no mundo inteiro. Mais ainda, entre os brasileiros. Acredite: os brasileiros tomam 430 milhões de cafezinhos por dia. E é esse consumo que está despertando a atenção de pesquisadores. É que, nesse aspecto, segundo os pesquisadores, não existe substância mais rica na natureza.

O cérebro está sendo mapeado em exames de ressonância magnética de alta qualidade. Os pesquisadores adaptaram um equipamento de anestesia para levar o aroma até os voluntários, que devem permanecer imóveis dentro do aparelho. A diferença é que, em vez de anestésico, eles inalam café enquanto são examinados.

Podemos detectar o efeito do café em vários circuitos cerebrais. A primeira região é a da percepção olfativa, chamada córtex olfativo, onde o cheiro é percebido. Qualquer tipo de cheiro ativa essa região.
O efeito é bem claro: qualquer cheiro é capaz de ativar os pontos. O que chama mesmo a atenção dos pesquisadores é a potência com que o aroma do café atinge, também, outras regiões do cérebro.
A ativação das áreas do prazer acontece no tronco cerebral. São áreas que respondem fortemente a estímulos prazerosos.

De certa forma, foi surpreendente ver que mesmo um aroma sutil, entregue através de vários tubos dentro de um aparelho de ressonância magnética, ativa de forma tão robusta essas regiões do prazer. As áreas chamadas áreas do prazer e da recompensa são ativadas por diversos estímulos prazerosos. Até a música prazerosa, por exemplo, ativa essas regiões. Sexo e diversos tipos de prazer são ativos nessas regiões, que são ricas em dopamina.

Mexe-se tanto com o prazer humano, poderia o café ser fonte de um remédio natural e eficiente para promover a felicidade? A chamada medicina das emoções deve estar bem interessada nisso.

Buy Philips sonicare toothbrush heads click: philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush  | sonicare toothbrush heads  | best electric toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | kids toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | replacement toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | Quality sonicare toothbrush heads for sale. |
IT Zertifizierung click: Cisco 700-101 Antwort  | IBM c2010-657 Zertifizierungsprfung  | Oracle 1Z1-117 Antwort  | Oracle 1Z1-511 Prfung  | Cisco 200-125 Zertifizierung  | Cisco 350-080 Zertifizierung  | Cisco 300-135 Zertifizierungsprfung  | Microsoft 070-121 Prfung Frage  | 642-874 Zertifizierung  | 070-346 fragen  | 200-125 fragen  | Oracle 1Z0-144 Zertifizierung  | http://www.exam-qa.de/  | Cisco 300-135 Prfung  | Oracle 1Z0-147 Prfung Antwort  | 642-871 Frage und Antwort  | Microsoft 70-412 Zertifizierungsprfung  | Microsoft 70-315 Prfung Fragen  | Cisco 640-911 Zertifizierung  | IBM 000-106 Frage  | Microsoft 070-121 Prfung  | Microsoft 70-413 Prfung  | Microsoft 70-270 Fragen  | 300-101 Frage und Antwort  | Prfung 200-310  | Prfung 400-101  | 1Y0-201 Zertifizierungsfragen  | Prfung 210-060  | 1V0-601 Zertifizierungsfragen  | Prfung Cisco 640-916  | Prfung 200-105  | Prfung CISSP  | Microsoft 70-515 Prfung dumps  | Cisco 700-501 Zertifizierungsprfung  | Prfung 200-105  | Prfung 300-101  | Prfung 2V0-621D  | Prfung 300-135  | Prfung 300-115  | Prfung 400-051  | Prfung 210-065  | Prfung 100-105  | Prfung 300-320  | Prfung 210-260  | Prfung 300-115  | 210-065 Prfung  | 810-403 fragen  | 101-400 Zertifizierung  | 070-270 Zertifizierung  | Zertifizierung 600-455  | 640-916 Zertifizierung  | Zertifizierung cog-615  | 3101 fragen  | Microsoft 70-411 Zertifizierung  | Cisco 350-030 Zertifizierung  | Cisco 350-030 Zertifizierung  | IBM c2010-652 Frage und Antwort  | 350-020 fragen  | 100-105 fragen  | Microsoft 74-679 Zertifizierung  | OG0-093 Zertifizierung  | 300-075 fragen  | 000-102 fragen  | 000-605 fragen  | 200-125 Zertifizierung  | 640-822 fragen  | 640-460 Zertifizierung  | Cisco 200-125 Frage  | Microsoft 70-178 Zertifizierung  | IT Exam Frage und Antwort.