nome blog

Blog Café Fácil - O melhor conteúdo sobre Soluções em Café
20 mar

Café estimula a atenção e a memória

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

A cafeína, substância mais consumida no mundo, pode ser encontrada em diversos alimentos, como chás, refrigerantes, chocolates e, claro, no café! Ela é bastante utilizada por atletas que querem melhorar o rendimento físico e também por aqueles que, em função do trabalho ou estudo, precisam ficar mais tempo acordados.

O estimulante costuma agir rápido no organismo e pode aumentar o rendimento. De acordo com o Dr. Bruno Mioto, pesquisador do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas de São Paulo (Incor), o consumo moderado de cafeína pode trazer benefícios, como ativar os processos de atenção e memória.

Porém, o especialista faz algumas recomendações quanto ao consumo da substância, já que a mesma não deve ser ingerida em excesso. Para crianças, o ideal é tomar o café misturado com leite. Já para os adultos, entre 20 e 60 anos, a quantidade recomendada é de até 600ml por dia, o que resulta em 250mg de cafeína.

Com moderação é possível desfrutar sempre da companhia de um bom cafezinho e ainda melhorar o rendimento e a atenção.

Fonte Blog Café Meridiano | Saúde em Pauta 

02 jun

Café Protege Contra Pressão Alta

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Café pode ter efeito protector contra hipertensão arterial ou pressão alta, que é uma doença que ataca os vasos sangüíneos, coração, cérebro, olhos e pode causar paralisação dos rins.

Os consumidores regulares de café têm menor probabilidade de vir a sofrer de pressão alta. A conclusão é de uma investigação realizada pela Keio University, em Tóquio, no Japão, publicada na revista Hypertension Research, que refere que quem ingere três a quatro chávenas de café, por dia, apresenta menos risco de vir a desenvolver hipertensão, avança comunicado de imprensa.

O estudo envolveu 4.554 homens, com idades entre os 20 e os 70 anos. A investigação demonstrou, ainda, que quem não consumiam café apresentava maior probabilidade de sofrer de hipertensão, situação oposta aos que ingeriam três ou mais chávenas diárias. A presença de certos componentes no café, como o ácido clorogénico, um tipo de polifenol com efeito dilatador nos vasos sanguíneos, foi uma das razões apontadas pelos especialistas para explicar a relação entre o consumo de cafeína e a hipertensão.

“A cafeína não potencia nem anula efeitos hipotensores de fármacos para o tratamento da hipertensão em pessoas hipertensas que o bebam com regularidade. Portanto, desde que se goste de o beber, o consumo moderado de café é recomendado”, explica o Prof. João Gorjão Clara, Cardiologista, Director do Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva e Clinical Hypertension Specialist pela Sociedade Europeia de Hipertensão.
O Centro de Investigação de Medicina Baseada na Evidência (CEMBE) procedeu, também, ao estudo da eventual relação entre a ingestão de cafeína e o desenvolvimento de hipertensão arterial e/ou arritmias cardíacas. Para isso, foram analisados 13 estudos sobre a relação café/hipertensão e 4 sobre café/arritmias. No final, os investigadores do CEMBE – Prof. Dr. António Vaz Carneiro e Prof. Dr. João Costa – concluíram que a ingestão crónica de café não aumenta significativamente o risco de hipertensão arterial, nem de arritmias cardíacas, e que as pessoas que possuem uma resposta hipertensiva à ingestão de café é porque já têm tendência para hipertensão.

Em Portugal, existem cerca de dois milhões de hipertensos, ou seja, 2 em 10 portugueses padecem deste problema. Destes, apenas 40% têm conhecimento que sofre de pressão arterial elevada, somente 25% está medicado e apenas 12% estão controlados. Na maior parte dos casos (90%), não há uma causa conhecida para a hipertensão arterial, embora em algumas situações seja possível encontrar uma doença associada que seja a verdadeira responsável. A hereditariedade e a idade são dois factores a ter em conta. Em geral, quanto mais idosa for a pessoa, maior a probabilidade de desenvolver hipertensão arterial. Cerca de dois terços das pessoas com idade superior a 65 anos são hipertensas, sendo este o grupo em que a hipertensão sistólica isolada é mais frequente.

O Programa “Café e Saúde” foi implementado em Portugal, em 2007, pela AICC (Associação Industrial e Comercial do Café) com o objectivo de mudar a atitude dos profissionais de saúde relativamente ao consumo de café. É um projecto de informação, dirigido a profissionais de saúde, que procura esclarecer e desvendar mitos sobre a ingestão do café, reunir evidência científica quanto aos benefícios inerentes ao seu consumo na prevenção de algumas patologias e estimular o conhecimento específico sobre esta temática. Criado pela OIC (Organização Internacional do Café) apoia, actualmente, programas em Portugal, Espanha, Alemanha, Itália, Finlândia, França, Holanda, Rússia e Reino Unido.

13 maio

Café estimula a memória e combate depressão

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Crianças devem começar o hábito em pequenas doses a partir dos seis anos

Um hábito antigo dos brasileiros, o cafezinho, não é apenas saboroso e ajuda a acordar. Ele também ajuda a saúde das pessoas de todas as idades. O café faz bem ao coração, estimula a memória e também combate à depressão.

A nutricionista Priscila Di Ciero explica que, pela presença da cafeína, a bebida melhora o foco, a disposição e o aprendizado.

– Ele dá aquele pique e disposição logo cedo.

No entanto, algumas pessoas podem sofrer com os malefícios do café, diz ela.

– Para quem tem problemas de gastrites, dores de estômago e dificuldade para dormir, o café pode ser prejudicial, agravando as dores e diminuindo a qualidade do sono.

Para as crianças, Priscila recomenda que o café seja tomado em doses pequenas e somente a partir dos seis 

15 abr

Saiba um pouco sobre o café e seu efeito como estimulante

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Da redação do Blog Café Fácil com Dra  Marise Tinoco

Pesquisadores do Instituto Australiano de Esportes descobriram que pequenas quantidades de cafeína estimulam atletas a renderem um terço a mais durante sessões de exercícios. Uma xícara de café seria suficiente para produzir nos músculos uma reação benéfica à queima de calorias.  A cafeína faz com que os músculos passem a utilizar a gordura como fonte de energia, em vez de açúcares encontrados nos carboidratos.

O componente mais conhecido e valorizado do café é a cafeína, responsável pelo estímulo do sistema nervoso central. Em média, uma xícara de cafezinho (de 50 ml) com açúcar tem 26 kcal enquanto a mesma medida sem açúcar tem 2 kcal. Lembrete para os adeptos da bebida, que tomam várias xícaras ao dia e pretendem fazer dieta.

Entretanto, além da cafeína, o café possui outros componentes, talvez até mais importantes para o ser humano, que são as lactonas. São elas que atuam sobre o cérebro, de forma também benéfica, quase na mesma proporção da cafeína.

Encontramos também no café a celulose, que estimula os intestinos; os minerais, que são aproveitados no organismo; os açúcares, que dão o toque final ao sabor; e o material lipídico, responsável pelo aroma. Restam ainda as proteínas, que formam a tinta e dão cor ao café, e o tanino, que interfere no sabor, além de outras substâncias.

Mesmo existindo vários tipos de café, em geral a essência dos nutrientes é a mesma, variando a qualidade. A diferença entre esses tipos de cafés é a seguinte: O café Superior é feito com matéria-prima igual ao grão de café que é exportado, com qualidade considerada “boa a muito boa”. Há ainda exigências quanto à embalagem, para preservar as características. Já o café Gourmet é produzido com grãos de qualidade “muito boa à excelente”. A matéria-prima é a mais selecionada possível.

É conveniente que o preparo do café obedeça a medidas certas de pó de café por litro de água, de modo que não importa quantas vezes seja preparado, todas às vezes estará sempre com a mesma densidade, aroma e sabor. Evite a água da torneira para o preparo do café. O excesso de cloro na água pode alterar o sabor, por isto prefira água filtrada ou mineral. Não reaproveite o pó. Quando for utilizar pela primeira vez um coador de pano, ferva-o em água misturada com café, para tirar o cheiro do tecido. Consuma o café logo que for feito, pois ele começa a perder suas características 15 minutos depois de pronto. Se não vai beber muito, faça um pouquinho de cada vez.

Uma conseqüência negativa do consumo excessivo de produtos à base de cafeína diz respeito à interação dessa substância com a absorção de importantes nutrientes, principalmente o ferro. Estudos mostram que 1 xícara de café (100 mL) é capaz de reduzir a absorção (ou aproveitamento pelo organismo) do ferro em 30%. Assim sendo, o consumo de produtos que contenham cafeína, como o guaraná em pó, o chá ou o café, quando utilizados devem ser ingeridos em horários diferentes dos horários das principais refeições. Isso tem uma repercussão maior para as pessoas com anemia crônica ou que estejam em tratamento com medicamentos ‘a base de ferro. Fora esses casos, um cafezinho após as refeições é bem-vindo e durante o dia também. Como tudo na vida, o consumo deve ser moderado.

25 mar

Efeitos curiosos do café no organismo

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Tomando Café

Há quem sofra com todo o tipo de efeito desagradável se passar o dia sem um (ou vários) cafezinhos. Em algum momento da nossa evolução, o café virou, mais do que um prazer gastronômico, um amigo fiel e um quase-remédio. Está com sono? Tome café. Estressado? Café. De ressaca? Café. Alguns dos efeitos dele sobre o nosso organismo são devidamente comprovados – ele realmente vicia, por exemplo. Mas outros (e aí entram tanto benefícios quanto perigos) a ciência traz e leva de volta como se estivesse de brincadeira com a gente. Certas pesquisas, por algum motivo, chegam até a desmentir uma a outra. Vai entender. Mas, isso não dá para negar, o café é mesmo um bichinho poderoso. Pega lá um para você e dá uma olhada nessa lista, com algumas verdades quanto a do que ele é realmente capaz.

Café não deixa você mais alerta.

É tudo uma ilusão. Cientistas da Universidade de Bristol, na Inglaterra, dizem que, se a gente faz do cafezinho um hábito, logo desenvolvemos tolerância ao efeito estimulante da cafeína. “Mas eu tomo café e me sinto diferente. E aí?”. Bem, segundo o estudo dos caras, o fluxo de energia que você sente é apenas reflexo dos sintomas da abstinência de cafeína (que causa, veja só, fadiga) indo embora. Ou seja: você está mal.

Café favorece a performance feminina. Mas prejudica a masculina.

Outro estudo da Universidade de Bristol analisou a performance de homens e mulheres em atividades como testes de memória após dar a eles café normal ou descafeinado. E constatou que, munidas de cafeína na corrente sanguínea, as mulheres lidam melhor com situações estressantes e trabalham melhor em grupo. Mas os homens não. Neles, o café diminui a velocidade de raciocínio e aumenta a agressividade.

Café faz os seios diminuirem de tamanho.

A cafeína mexe com os níveis de estrogênio da mulher, o que pode fazer com que os seios encolham “significativamente”. Três xícaras de café por dia já são o suficiente para o efeito ser notado. A conclusão é de um estudo da Universidade de Lund, na Suécia. E essa nem é a parte mais estranha da história. Nos homens, o efeito é oposto: agindo com a testosterona, o consumo frequente de cafeína pode aumentar a região mamária masculina – e deixar os moços com “peitinhos”.

Café faz você ter alucinações.

Sim, ele dá barato. Mas, provavelmente (a gente nunca testou) é um barato não muito legal. Participantes de uma pesquisa da Universidade de Durham, no Reino Unido, começaram a ouvir vozes depois de tomar uma dezena de copinhos de café em um só dia. Os cientistas supõem que as alucinações sejam causadas pelo aumento nos níveis de cortisol, o hormônio do estresse, que o excesso de cafeína provoca.

Café previne o mau hálito.

Sabe aquele bafo de café que você sente quando o seu colega de trabalho chega para falar mais de pertinho? Não é bacana. Mas, a longo prazo, pode valer a pena. Uma pesquisa israelense, da Universidade de Tel Aviv, descobriu que certos elementos na composição do café bloqueiam o desenvolvimento das bactérias responsáveis pelo mau hálito. Agora eles estão querendo isolar esses componentes e produzir chicletes, pirulitos e outras coisas para prevenir a halitose.

Café faz bem para o coração (mas só para o de quem está acostumado a beber café).

Se você toma café demais, seu coração dispara. Já percebeu? Mas isso não quer dizer que a cafeína seja, necessariamente, ruim para ele. Aliás, se você não está acostumado a beber café, quer sim. Estudos das universidades de Washington e Harvard, nos EUA, dizem que quem bebe apenas uma xícara por dia ou menos do que isso tem quatro vezes mais chances de ter um enfarto – em geral, na primeira hora após o consumo da bebida. Condiz com o resultado de uma outra pesquisa norte-americana, apresentado na 50ª Conferência Anual da Associação Americana do Coração, em 2010, que aponta um risco 18% menor de problemas cardíacos em quem toma quatro ou mais xícaras de café por dia.

Café facilita a sua vida na academia.

Tomar um copinho antes de se jogar na malhação, além de dar uma energia extra, diminui a dor causada pelos exercícios e facilita a sua busca pelo corpão perfeito. É o que diz um estudo da Universidade de Illinois, nos EUA. E, dessa vez, não importa se você tem o hábito de beber café ou não. Segundo os pesquisadores, a cafeína age diretamente sobre partes do cérebro e da medula espinhal envolvidas no processamento da dor, seja você um coffee junkie ou não. Olha aí: dá quase para dizer que café emagrece.

23 mar

Crianças podem tomar café?

Publicado por Redação Blog Café Fácil Comentários

Tudo depende da quantidade consumida e da idade do seu filho. Entenda como as substâncias da bebida agem no organismo das crianças

O café é uma bebida estimulante e pode ser um aliado para os estudos – ou um obstáculo para o desenvolvimento

É provável que você já tenha negado o pedido do seu filho de dar somente um golinho na sua xícara de café, afinal, não são poucos os pais que veem a bebida como prejudicial para a saúde das crianças. Mas na opinião da nutricionista Simone Simas, da Prolab – Centro Diagnóstico Cardiológico, em Curitiba, no Paraná, já se foi o tempo de ver a cafeína como um mal para as crianças: “Na quantidade correta, o café pode proporcionar benefícios para o desenvolvimento infantil e ajudar no aprendizado escolar”.

Simone conta que o café pode ser uma boa fonte de estímulo para crianças que apresentam dificuldade de concentração devido ao sono, especialmente aquelas que estudam no período matinal. “Além de conter substâncias importantes como antioxidantes, minerais e vitaminas, o café aumenta o estado de atenção e alerta das crianças e colabora para o entendimento das aulas”, afirma Simas. Porém, não é indicado que seja consumido em quantidades excessivas.

“O consumo máximo indicado para crianças é de duas xícaras ao dia, preferencialmente com leite, e o consumo deve ser feito no café da manhã e da tarde”, explica a nutricionista. Segundo ela, estudos apontam que a combinação de café com leite é a ideal, já que o segundo apresenta grandes quantidades de cálcio e zinco. Exagerar no consumo, no entanto, é transformar todos os benefícios do café em problemas.

A escolha da quantidade

Insônia, agitação, irritabilidade, dores de estômago e aumento da pressão arterial são alguns dos sintomas que o excesso de café pode trazer a crianças e adultos. E para o pediatra antroposófico Sérgio Spalter, autor de um blog sobre alimentação infantil, o lado ruim do café não para por aí. Segundo ele, a bebida também pode atrapalhar a absorção de cálcio no organismo e causar enjoos e arritmias cardíacas.

O médico afirma que o sistema neurológico do ser humano deve amadurecer de forma adequada, e o consumo do café não é apropriado para tal. “Vivemos num mundo em que as crianças sofrem pela presença de constantes estimulações sensoriais, o que já aumenta a hiperatividade e a agitação infantil; o café se torna mais um fator de estímulo, se consumido por elas”.

Para a nutricionista da Unifesp Carla Fiorillo, a indicação do consumo de café depende da quantidade ingerida. “Sabe-se que a cafeína possui efeito estimulante e também pode atrapalhar a absorção de ferro – o que pode levar à anemia. Mas, por outro lado, o café contém substâncias benéficas para indivíduos de qualquer idade”, diz a especialista. Segundo ela, se uma criança ultrapassar as duas xícaras de café com leite por dia – em proporções de ¾ de leite para ¼ de café – pode perder a concentração e ter seus estudos afetados.

Mas a partir de que idade pode-se liberar o consumo do café para a criança? Na opinião de Fiorillo, é melhor que o café seja consumido por crianças maiores de seis anos. Porém, se a família já tem o hábito de consumir café preto acompanhado de leite dentro de casa, dentro das quantidades recomendadas, Fiorillo não vê contra-indicações. “Para crianças e adultos, alguns estudos já apontam o consumo moderado de café como responsável pela redução do colesterol e do risco de desenvolvimento de diabetes”, afirma.
Ainda assim, é uma recomendação controversa. Spalter acredita que, na infância, quanto mais o café puder ser evitado, melhor: “Se for tomá-lo, que seja a partir da adolescência e diluído no leite, para diminuir os efeitos da cafeína”.

Renata Losso,  iG São Paulo

Buy Philips sonicare toothbrush heads click: philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush  | sonicare toothbrush heads  | best electric toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | kids toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | replacement toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | sonicare toothbrush heads  | philips sonicare toothbrush heads  | Quality sonicare toothbrush heads for sale. |
IT Zertifizierung click: Cisco 700-101 Antwort  | IBM c2010-657 Zertifizierungsprfung  | Oracle 1Z1-117 Antwort  | Oracle 1Z1-511 Prfung  | Cisco 200-125 Zertifizierung  | Cisco 350-080 Zertifizierung  | Cisco 300-135 Zertifizierungsprfung  | Microsoft 070-121 Prfung Frage  | 642-874 Zertifizierung  | 070-346 fragen  | 200-125 fragen  | Oracle 1Z0-144 Zertifizierung  | http://www.exam-qa.de/  | Cisco 300-135 Prfung  | Oracle 1Z0-147 Prfung Antwort  | 642-871 Frage und Antwort  | Microsoft 70-412 Zertifizierungsprfung  | Microsoft 70-315 Prfung Fragen  | Cisco 640-911 Zertifizierung  | IBM 000-106 Frage  | Microsoft 070-121 Prfung  | Microsoft 70-413 Prfung  | Microsoft 70-270 Fragen  | 300-101 Frage und Antwort  | Prfung 200-310  | Prfung 400-101  | 1Y0-201 Zertifizierungsfragen  | Prfung 210-060  | 1V0-601 Zertifizierungsfragen  | Prfung Cisco 640-916  | Prfung 200-105  | Prfung CISSP  | Microsoft 70-515 Prfung dumps  | Cisco 700-501 Zertifizierungsprfung  | Prfung 200-105  | Prfung 300-101  | Prfung 2V0-621D  | Prfung 300-135  | Prfung 300-115  | Prfung 400-051  | Prfung 210-065  | Prfung 100-105  | Prfung 300-320  | Prfung 210-260  | Prfung 300-115  | 210-065 Prfung  | 810-403 fragen  | 101-400 Zertifizierung  | 070-270 Zertifizierung  | Zertifizierung 600-455  | 640-916 Zertifizierung  | Zertifizierung cog-615  | 3101 fragen  | Microsoft 70-411 Zertifizierung  | Cisco 350-030 Zertifizierung  | Cisco 350-030 Zertifizierung  | IBM c2010-652 Frage und Antwort  | 350-020 fragen  | 100-105 fragen  | Microsoft 74-679 Zertifizierung  | OG0-093 Zertifizierung  | 300-075 fragen  | 000-102 fragen  | 000-605 fragen  | 200-125 Zertifizierung  | 640-822 fragen  | 640-460 Zertifizierung  | Cisco 200-125 Frage  | Microsoft 70-178 Zertifizierung  | IT Exam Frage und Antwort.